Arquivo para março 2011

Expedição na Amazônia revela 'peixe-onça'

Categorias dos posts:

Eric Camara | 16:24, quarta-feira, 2 março 2011

Comentários (3)

Stenolicnus ix, catfish, amazon, new species, fish, must credit Adriano Gambarini/Conservation International

Pesquisadores tiveram que peneirar a água para encontrar o peixe (Todas as fotos: Adriano Gambarini/Conservation International)

Um minúsculo peixe com pintinhas escuras é uma das mais recentes novas espécies descobertas na Amazônia. Por causa da aparência - que lembra uma onça - ele foi batizado com o nome Ix, que significa jaguar no idioma maia.
foto: Adriano Gambarini/Conservation International

O Stenolicnus Ix é da família dos bagres, mas muito menor, cerca de 2 cm de comprimento, e foi encontrado quase no fim de uma das sete expedições do Museu Emílio Goeldi em parceria com a Universidade Federal do Pará, o grupo ambientalista Conservação Internacional (CI) na Estação Ecológica Grão Pará e o governo do Estado.

A espécie foi descrita na edição de janeiro da revista especializada Zootaxa . Os pesquisadores salientaram a dificuldade em se capturar o peixe, por causa de seu tamanho.

Ele foi literalmente peneirado no igarapé Curuá, um afluente da margem esquerda do rio Amazonas. A região faz parte da reserva ambiental considerada a maior área contígua do mundo totalmente protegida, com seus 4 milhões de hectares.


foto: Adriano Gambarini/Conservation International

A área é tão protegida que os pesquisadores tiveram que ser deixados de helicóptero no local.

Para ambientalistas, a descoberta reforça o argumento de que é preciso proteger a Amazônia com rigor.

"Descobertas como essa nos lembram de que ainda temos muito o que aprender sobre a biodiversidade da Amazônia. A área (da reserva) abriga espécies importantes, conhecidas e ainda não descritas pela ciência, e serviços ambientais essenciais", afirmou Patricia Baião, diretora do Programa Amazônia da CI-Brasil.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.