« Anterior | Principal | Próximo »

Exportações batem recorde, mas saldo comercial é o pior em oito anos

Fabricia Peixoto | 2011-01-03, 14:54

As exportações brasileiras fecharam o ano de 2010 com um volume de US$ 201,9 bilhões, o melhor resultado desde 1989, início da série histórica, segundo dados preliminares divulgados pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio.

As vendas de produtos brasileiros no exterior cresceram 31% em relação a 2009, puxadas principalmente pelas exportações do setor agropecuário, que devem fechar o acumulado de 2010 com um volume superior a US$ 75 bilhões, pelas previsões do governo.

Na outra ponta da balança, as importações também bateram recorde no ano passado, com alta de 41% e resultado de US$ 181,6 bilhões.

Com as importações em ritmo de crescimento superior às exportações, o Brasil voltou a reduzir seu saldo comercial. Em 2010, a diferença ficou positiva em US$ 20,27 bilhões – o pior resultado desde 2002.

A valorização do real frente ao dólar aliada ao desaquecimento da economia nos países ricos são apontadas como as principais razões para a diminuição do saldo, já que o câmbio valorizado torna os produtos importados mais baratos.

ComentáriosDeixe seu comentário

  • 1. às 12:46 em 2011-01-04, José escreveu:

    Com a violenta taxa de impostos que pagamos, é muito mais barato, mesmo pagando taxas de importação, que é ridícula, pois incluem o frete na taxa de importação, o que na prática acaba limitando o valor do produto a ser comprado.

    O governo para tentar minimizar isso, aumenta o dólar, faz corpo mole para entregar os produtos pros correios (que independente de onde venha e do frete que voce paga, entrega em no mínimo 30 dias).

    No brasil tudo está errado... corja de politicos ganhando rios de dinheiro enquanto o povo é honerado ao extremo sem obter nada em troca...

    Fujam do pais enquanto há tempo!!

Mais conteúdo deste blog...

Post deste blog de acordo com o tema

Categorias

Estes são alguns dos temas mais populares cobertos por este blog.

    BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

    Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.