BBCParaAfrica.com
Brasil
Espanhol
Francês
Swahili
Somali
Inglês
Outras línguas
 
Última actualização: 05 Outubro, 2010 - Publicado às 13:50 GMT
 
E-mail um amigo   Versão para imprimir
Cristãos argelinos 'não violaram Ramadão'
 
Muçulmanos numa mesquita
Dois cristãos que estavam a ser julgados na Argélia por quebrarem as regras do Ramadão foram ilibados da acusação.

Grupos de defesa dos direitos humanos disseram que, ao abrigo da Constituição da Argélia, o julgamento era uma violação do direito à liberdade religiosa.

Hocine Hocini e Salem Fellak foram detidos em Agosto, durante o mês do Ramadão, depois de terem sido vistos a almoçar num edifício em obras onde trabalhavam, na cidade de Kabylie, no norte da Argélia.

O advogado dos dois homens disse que o veredicto constituia "uma vitória para a justiça".

Os dois argelinos admitiram que tinham estado a comer, mas disseram que o fizeram de maneira discreta, e sentiam que não haviam feito nada de errado.

O juiz, no tribunal de Ain El Hamman, rejeitou o caso porque "nenhum artigo [da lei] previa um processo legal" contra os homens, pelo que, negou o pedido da acusação para sentenças de três anos.

Dois casos similares deverão ir a julgamento nas próximas semanas.

A Argélia é um país maioritariamente muçulmano; o Ministério dos Assuntos Religiosos calcula que existam apenas cerca de onze mil cristãos numa população de 36 milhões.

A maior parte dos cristãos argelinos são protestantes.

 
 
LINKS LOCAIS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 
 
E-mail um amigo   Versão para imprimir
 
 
 
BBC Copyright Logo
 
^^ De volta ao topo
  Arquivo
 
  BBC News >> | BBC Sport >> | BBC Weather >> | BBC World Service >> | BBC Languages >>