BBCParaAfrica.com
Brasil
Espanhol
Francês
Swahili
Somali
Inglês
Outras línguas
 
Última actualização: 10 Janeiro, 2010 - Publicado às 13:04 GMT
 
E-mail um amigo   Versão para imprimir
PM do Togo exige regresso a casa
 
Polícia angolana
Angola aperta a segurança durante o CAN
O primeiro-ministro do Togo afirmou que a selecção nacional do país irá regressar hoje a casa mesmo após alguns jogadores mostrarem vontade de participar na competição.

A equipa foi alvo de um ataque na sexta-feira em Cabinda, matando dois elementos da equipa técnica e o condutor do autocarro em que viajavam. Alguns jogadores afirmaram querer competir no CAN mas o líder do país, Gilbert Huongbo disse à BBC que a segurança da equipa está em primeiro lugar.

O primeiro-ministro defendeu que a competição deve prosseguir mas fez fortes críticas à Confederação Africana de Futebol pela forma como lidou com a situação após o ataque.

Dois jogadores da equipa ficaram gravemente feridos durante o ataque que se deu na sexta-feira em Cabinda quando o autocarro em que viajavam foi assaltado por homens encapuzados que abriram fogo.

Inicialmente a equipa afirmou não ter condições para participar no campeonato. Hoje, no entanto, o capitão e jogador do Manchester City, Emmanuel Adebayor, afirmou pensar que a sua selecção deve prosseguir para bem da competição.

 
 
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 
 
E-mail um amigo   Versão para imprimir
 
 
 
BBC Copyright Logo
 
^^ De volta ao topo
  Arquivo
 
  BBC News >> | BBC Sport >> | BBC Weather >> | BBC World Service >> | BBC Languages >>