BBCParaAfrica.com
Brasil
Espanhol
Francês
Swahili
Somali
Inglês
Outras línguas
 
Última actualização: 22 Outubro, 2008 - Publicado em 17:23 GMT
 
E-mail um amigo   Versão para imprimir
Nova Zona Africana de Comércio Livre
 
Agricultor africano
A nova zona de comércio livre abre mercados do Cabo ao Cairo
Os líderes de 26 países africanos reunidos na capital do Uganda, a cidade de Kampala, concordaram em criar uma nova zona de comércio livre intregrando a África Oriental e Austral.

O objectivo é juntar três grupos regionais para criar o maior bloco económico do continente africano, com uma população combinada, em termos numéricos, quase idêntica à da União Europeia.

As negociações de Kampala envolveram a Comunidade da África Oriental, EAC, a Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral, SADC, e o Mercado Comum para os Países da África Oriental e Austral, COMESA.

Integração

Falando na cerimónia inaugural do encontro, o presidente anfitrião, Yoweri Museveni, pediu a integração política das nações africanas e a criação de um exército africano unificado.

 A integração económica não cria um exército, mas a integração política que resulte numa federação criaria um exército que garantiria o futuro dos seres humanos que vivem aqui em África
 
Presidente Museveni do Uganda

"A integração económica não cria um exército, mas a integração política que resulte numa federação criaria um exército que garantiria o futuro dos seres humanos que vivem aqui em África."

Para ele, a integração seria um "instrumento estratégico" para a prosperidade num continente afectado por um comércio global injusto, por doenças e por guerras.

Potencialidades

Por sua parte, o Presidente Paul Kagame, visto como o grande cérebro do processo de reconstrução do Rwanda a seguir ao genocídio de 1994, disse que apesar de a maioria dos países africanos terem, neste momento, economias estáveis, persistiam incertezas devido à crise financeira global.

"As implicações da crise nos mercados financeiros internacionais sobre o nosso continente são ainda imprevisíveis. Mas estamos também numa fase de estabilidade em África e o crescimento económico e a melhoria das condições sociais estão a acontecer."

Mapa de África
Está em vista a criação do maior bloco económico de África

A fusão dos três blocos económicos criará uma zona de comércio livre com um total de 527 milhões de habitantes e um Produto Interno Bruto combinado de US$624 mil milhões - ou seja, 58% do PIB da União Africana.

Anular barreiras

"O potencial é enorme", disse em Kampala o director de Integração Regional da Comissão Económica para África, Joseph Atta-Mensah.

"Se eles forem capazes de criar essa zona de comércio livre, então serão capazes de acabar com as barreiras, serão capazes de aumentar o sistema de pagamentos de tal forma que teremos um fluxo comercial da Cidade do Cabo ao Cairo. As potencialidades são enormes - não apenas em termos comerciais mas também de infra-estruturas, se estas forem desenvolvidas."

A EAC, a SADC e a COMESA têm agora seis meses para elaborar um plano conjunto para a instituição formal da maior zona de comércio livre em África.

 
 
LINKS LOCAIS
Moçambique na zona comercial da SADC
07 Janeiro, 2008 | Notícias
São Tomé estuda adesão à OMC
28 Maio, 2008 | Notícias
Bissau antecipa progressos na CEDEAO
28 Maio, 2008 | Notícias
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 
 
E-mail um amigo   Versão para imprimir
 
 
 
BBC Copyright Logo
 
^^ De volta ao topo
  Arquivo
 
  BBC News >> | BBC Sport >> | BBC Weather >> | BBC World Service >> | BBC Languages >>