BBCParaAfrica.com
Brasil
Espanhol
Francês
Swahili
Somali
Inglês
Outras línguas
 
Última actualização: 20 Maio, 2008 - Publicado em 19:00 GMT
 
E-mail um amigo   Versão para imprimir
Caiu o governo de São Tomé e Príncipe
 

 
 
Patrice Trovoada
Patrice Trovoada chefiou o governo durante apenas três meses
Com 30 votos a favor, 23 contra e 2 abstenções, o Parlamento santomense aprovou esta terça-feira a moção de censura apresentada pelo MLSTP-PSD contra o governo do Primeiro-Ministro Patrice Trovoada.

A derrota parlamentar do executivo só foi possível devido à retirada de confiança política pelo PCD que, com o MDFM e a ADI, subscrevera o acordo interpartidário de apoio parlamentar ao Primeiro-Ministro.

O deputado Albertino Bragança, que é também presidente do PCD, disse que não restou ao seu partido outra saída que não fosse a retirada da sua confiança ao executivo de Patrice Trovoada.

"Temos notado da parte do Senhor Primeiro-Ministro uma aversão quase visceral ao PCD. Isso tem feito com que muitos dos nossos quadros não tenham tido possibilidades de ascender. O Senhor Primeiro-Ministro dizia-nos uma coisa e ao MDFM dizia outra."

 Temos notado da parte do Sr. Primeiro-Ministro uma aversão quase visceral ao PCD
 
Albertino Bragança, do PCD

Reagindo ao debate parlamentar que ditou a queda do seu governo, Patrice Trovoada considerou "inconsistentes" os argumentos esgrimidos em defesa da moção de censura - quer pelo seu autor, o MLSTP-PSD, quer pelo PCD.

Ele disse que as intervenções dos dois partidos basearam-se mais em ataques pessoais, e criticou particularmente os deputados do PCD, seu antigo aliado.

"O PCD assinou um acordo interpartidário de apoio ao executivo e não teve a decência de o denunciar antes de virmos à plenária do Parlamento. O PCD, pelo seu comportamento, não dignificou a democracia e não dignificou a política em São Tomé e Príncipe.

Futuro político

 O PCD, pelo seu comportamento, não dignificou a democracia e não dignificou a política em São Tomé e Príncipe
 
Patrice Trovoada, Primeiro-Ministro cessante

Depois da aprovação da moção de censura contra o governo de Patrice Trovoada, o futuro político de São Tomé e Príncipe para os próximos tempos parece ficar nas mãos do Presidente da República, Fradique de Menezes.

Não se sabe ainda se o país vai avançar para eleições antecipadas ou se ainda é possível a concórdia no seio da coligação MDFM/PCD para a indigitação do próximo Primeiro-Ministro de São Tomé e Príncipe.

O analista político santomense, António Aguiar, disse à BBC que a legitimidade político do executivo de Patrice Trovoada sempre foi questionada.

 Na presente situação económica e financeira parece-me que seria um completo desastre avançar-se para eleições antecipadas
 
António Aguiar, analista político

"Ele concorreu às últimas eleições legislativas como chefe de um partido político e perdeu. Candidatou-se às eleições presidenciais e perdeu. Em Fevereiro de 2008, num completo desrespeito à vontade popular expressa nas urnas, foi chamado a formar o governo. Nem mesmo um acordo de incidência parlamentar podia justificar esse arranjo."

Para António Aguiar, para a formação do próximo executivo apresentam-se dois cenários.

Ele acredita que um novo governo de iniciativa presidencial necessitaria de uma grande negociação com todos os partidos e teria talvez de ser um governo de competências e não um governo emanado de alguma das coligações ou de partidos.

Um outro cenário muito provável seria o da realização de eleições legislativas antecipadas.

"Na presente situação económica e financeira em São Tomé e Príncipe parece-me que seria um completo desastre avançar-se com o segundo cenário," disse.

 
 
LINKS LOCAIS
Novo governo santomense tomou posse
14 Fevereiro, 2008 | Notícias
Partidos de São Tomé entendem-se
12 Fevereiro, 2008 | Notícias
Primeiro-Ministro santomense pede demissão
07 Fevereiro, 2008 | Notícias
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 
 
E-mail um amigo   Versão para imprimir
 
 
 
BBC Copyright Logo
 
^^ De volta ao topo
  Arquivo
 
  BBC News >> | BBC Sport >> | BBC Weather >> | BBC World Service >> | BBC Languages >>