BBCParaAfrica.com
Brasil
Espanhol
Francês
Swahili
Somali
Inglês
Outras línguas
 
Última actualização: 01 Novembro, 2006 - Publicado em 19:29 GMT
 
E-mail um amigo Versão para imprimir
Moçambique lança debate sobre homosexualidade
 

 
 
Homossexuais
Uma pesquisa realizada em Moçambique revela que 80% dos inquiridos têm um amigo homosexual. O estudo revela igualmente que 98% dos interpelados já ouviram falar de homosexuais.

Este dado está a servir de plataforma para uma iniciativa visando promover o debate sobre um fenómeno que continua a constituir tabú e fonte de forte controvérsia.

A pesquisa abrangeu cerca de 700 pessoas entre os 18 e os 56 anos de idade nas principais cidades moçambicanas – Maputo, Beira, Quelimane e Nampula.

De entre os inquiridos incluíam-se estudantes universitários, funcionários públicos e outros cidadãos aleatoriamente interpelados.

O estudo foi liderado pela Liga dos Direitos Humanos, de que faz parte o jurista Custódio Duma.

Direitos

"Chamou a nossa atenção o facto de 52% dos inquiridos considerarem que as suas famílias não os aceitariam se fossem homosexuais. Isso mostra o quanto as nossas famílias são conservadoras em relação à homosexualidade".

Mas que razões terão motivado, ou determinado, a realização desta pesquisa da Liga dos Direitos Humanos? Custódio Duma explica.

"A homosexualidade em si não é um tópico da Liga. O nosso tópico são as pessoas humanas, que são homosexuais, que são seropositivas, etc. Tenho 3 casos, já em tribunal, de violação de direitos de homosexuais como pessoas".

"Um dos grandes problemas é as pessoas que perdem os empregos porque são homosexuais. Existe também uma discriminação social; sempre que um homosexual conhecido vai a passar as pessoas visam-no".

"É preciso mudar a política educacional; os professores e os media têm que começar a falar sobre isso de uma forma normal para que, aos poucos, tenham consciência de que é normal ser homosexual - assim como o é não se ser homosexual".

Estigma

O estigma ou discriminação não são fenómenos estranhos a Danilo da Silva, um jovem moçambicano com quem falei e que se assume abertamente como homosexual.

"Muitas vezes as pessoas perdem uma grande oportunidade de conhecerem esta parte, que é uma das variantes sexuais, por ignorância. Eu às vezes faço uma simples pergunta: o que é que acha que um homosexual é"?

"Um homosexual pode ser seu irmão, o seu primo, o seu tio, pode ser a sua irmã, a sua mãe ou o seu pai. O homosexual é a sua família! Se está a discriminar uma outra pessoa, significa que está a discriminar a sua família".

"É preciso que entendamos que Moçambique não é um lugar isolado do mundo. Moçambique é parte do mundo e tem cidadãos que vivem assim".

 
 
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 
 
E-mail um amigo Versão para imprimir
 
 
 
BBC Copyright Logo
 
^^ De volta ao topo
  Arquivo
 
  BBC News >> | BBC Sport >> | BBC Weather >> | BBC World Service >> | BBC Languages >>