BBCParaAfrica.com
Brasil
Espanhol
Francês
Swahili
Somali
Inglês
Outras línguas
 
Última actualização: 23 Outubro, 2006 - Publicado em 18:22 GMT
 
E-mail um amigo Versão para imprimir
Muçulmanos querem feriados religiosos
 

 
 
Meca
A comunidade muçulmana quer feriados religiosos
Em Moçambique foi uma vez mais declarada tolerância de ponto por ocasião da festa do Idi il Fitri que assinala o fim do mês sagrado do Ramadan, mas os fiéis reclamam que a data seja declarada feriado.

Apesar de saudarem a decisão de tolerância de ponto, membros da comunidade islâmica em Moçambique continuam a defender a instituição de feriados alusivos às datas mais importantes do seu calendário.

Estima-se que pelo menos trinta por cento da população Moçambicana professe o Islão.

A questão dos feriados islâmicos não é nova em Moçambique.

Há alguns anos pelo Parlamento chegou mesmo a passar um projecto de lei que lhe seria todavia devolvido por alegada inconstitucionalidade, segundo o parecer do Tribunal Supremo.

Os alicerces laicos do estado Moçambicano, segundo o plasmado na Constituição da República, foram o principal argumento então avançado mas que não chegam a convencer a comunidade islâmica.

Discriminação

A comunidade fala de alegada desigualdade de tratamento e até mesmo de discriminação e aponta na direcção do feriado que se assinala a 25 de Dezembro.

Muçulmanos que falaram à BBC descrevem que o facto do Dia da Família em que foi oficialmente transformado o tradicional dia de Natal, como simplesmente uma forma de mascarar uma ocasião que pertence ao calendário Cristão.

A questão dos feriados islâmicos parece estar a colher consenso no seio de muitos, independentemente das suas preferências ou opções religiosas.

Um cidadão que se identificou como "católico praticante" disse que "é justo que eles (os que professam o Islão) também tenham o seu feriado. Afinal é uma religião que tem de ser respeitada".

Já um outro, este muçulmano, afirmou que a situação prevalecente cria constrangimentos que os feriados islâmicos poderíam evitar.

“Hoje, por exemplo, o meu patrão ligou-me a dizer que ía abrir a loja e que era para eu ir trabalhar. Ora, eu não podía deixar de assinalar o Ide. Não fui. Que me marque falta, se quiser!”.

O que pensa desta questão? Utilize o espaço no lado direito para nos enviar a sua opinião.


Os muçulmanos são parte da grande familia mocambicana. O reconhecimento dos feriados é um direito que lhes assiste. É necessário garantir espaço para o exercicio (comemorações) igual das várias crenças e religiöes.
Ana Piedade Monteiro, Maputo, Moçambique.

Não sou muçulmano, mas seriamente, sem querer atiçar os animos, um feriado para assinalar a data do Ide é justo.
Qantchow, Moçambique.

Se o 25/DEZ é feriado por ocasião de um dia religioso cristao, porque não conceder um feriado a uma data islâmica? A inconstitucionalidade é só para os muçulmanos e porque não para todos? Que eliminem tambem o 25/DEZ como feriado passando a ser um dia religioso com tolerância de ponto para os cristãos. Assim o estado seria verdadeiramente laico.
Aboobakary Mubaraka, Sudão.

A questão de feriados islâmicos em Moçambique penso que até não é o problema do governo decretá-los ou não. Na minha opinião pessoal acho isso como um problema das próprias pessoas que professam o Islão, porque tem havido disparidade nas datas do Ide e assim fica muito complicado para as autoridades fixarem uma data para o feriado.
Daniel Paulo Varieque, Tete, Mocambique

 
 
Primeiro nome
Apelido*
Endereço
País
Email
Telefone*
* opcional
A sua opinião
 
  
A BBCParaAfrica.com apenas usará a informação que nos fornecer para os fins estipulados, isto é, recolher os seus pontos de vista e, se apropriado, responder-lhe ou contactá-lo para esclarecimentos. Os seus dados pessoais não serão transmitidos a qualquer outro programa da BBC ou a ninguém fora da BBC sem a sua autorização. Ocasionalmente, poderemos querer contactá-lo para o convidar a enviar-nos a sua opinião sobre o desenvolvimento ou melhoria do programa ou da website. Por favor, diga-nos se prefere não ser contactado para esses fins. A BBC ParaAfrica.com poderá editar os seus comentários e não pode garantir que todos os e-mails sejam publicados.
 
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 
 
E-mail um amigo Versão para imprimir
 
 
 
BBC Copyright Logo
 
^^ De volta ao topo
  Arquivo
 
  BBC News >> | BBC Sport >> | BBC Weather >> | BBC World Service >> | BBC Languages >>