Último preso da Ilha Grande conta dias para fim da pena

22 agosto 2014 Atualizado pela última vez 05:36 (Brasília) 08:36 GMT

Júlio de Almeida
Júlio de Almeida ainda mora na Ilha Grande, para onde foi como prisioneiro em 1958

Júlio de Almeida, de 83 anos, é o último prisioneiro da Ilha Grande, no Rio de Janeiro, três décadas após a implosão do presídio.

Almeida ganhou liberdade condicional antes da desativação da prisão, mas decidiu cumprir lá mesmo o resto de sua pena em liberdade condicional.

Neste ano, ele deve finalmente completar as sentenças por homicídio e roubo.

O jornalista da BBC Gibby Zobel conversou com ele na ilha que – de criminosos e presos políticos – passou a receber multidões de turistas.

Assista ao vídeo.