A reprodução deste formato de vídeo não é compatível com seu dispositivo

Casal acusado de abandonar bebê com Down diz que queria ficar com ele

11 agosto 2014 Atualizado pela última vez 14:21 (Brasília) 17:21 GMT

O casal australiano acusado de abandonar um bebê nascido com síndrome de Down de uma mãe de aluguel na Tailândia afirma que queria levar o bebê, mas que a mulher que deu à luz se recusou a entregá-lo.

Casal australiano (BBC)
Em entrevista à TV australiana, casal negou ter abandonado bebê com Down

David e Wendy Farnell falaram pela primeira vez sobre o caso. Eles disseram que deixaram a Tailândia com a irmã gêmea e saudável do bebê Gammy, que nasceu com a síndrome e hoje tem sete meses. O casal alegou que temiam que não iriam conseguir levar o bebê saudável após supostas ameaças da mãe de aluguel.

A mãe de aluguel negou ter ameaçado o casal, mas admitiu que impediu que eles levassem Gammy com medo de que o bebê fosse abandonado por eles.

O caso gerou atenção em todo o mundo. O casal disse querer ficar com Gammy.