BBC navigation

'Noir' inédito: Polícia de Los Angeles abre arquivo para mostra

Atualizado em  15 de maio, 2014 - 10:34 (Brasília) 13:34 GMT
  • Imagens arquivadas na primeira metade do século 20 flagram vítimas e criminosos
    O Departamento de Polícia de Los Angeles liberou seus arquivos para uma exposição de fotos inéditas em uma galeria nos estúdios da gigante do cinema Paramount, na mesma cidade. (Foto: LAPD/Fototeka/Paris Photo)
  • Imagens arquivadas na primeira metade do século 20 flagram vítimas e criminosos
    As imagens foram feitas entre as décadas de 1920 e 1960 e foram encontradas em um depósito da Polícia de Los Angeles. Acima, buracos de bala em uma janela de carro, outubro de 1942. (Foto: LAPD/Fototeka/Paris Photo)
  • Imagens arquivadas na primeira metade do século 20 flagram vítimas e criminosos
    Nesta imagem, de setembro de 1950, o braço de uma pessoa morta é mostrado segurando um punhal em uma cena de crime. (Foto: LAPD/Fototeka/Paris Photo)
  • Imagens arquivadas na primeira metade do século 20 flagram vítimas e criminosos
    Na foto acima, um policial indica o local de uma cena de crime em setembro de 1942. (Foto: LAPD/Fototeka/Paris Photo)
  • Imagens arquivadas na primeira metade do século 20 flagram vítimas e criminosos
    As imagens pertencem à Divisão de Investigações Especiais de Los Angeles, o laboratório forense mais antigo dos Estados Unidos. A foto acima mostra um corpo no chão com uma faca na mão em dezembro de 1950. (Foto: LAPD/Fototeka/Paris Photo)
  • Imagens arquivadas na primeira metade do século 20 flagram vítimas e criminosos
    Existem mais de um milhão de fotografias documentando a atividade da polícia em Los Angeles, principalmente na primeira metade do século 20. Na imagem acima, mostra um caso de intoxicação por monóxido de carbono com o uso de uma mangueira de borracha presa ao cano do escapamento do carro. A foto foi feita em dezembro de 1950. (Foto: LAPD/Fototeka/Paris Photo)
  • Imagens arquivadas na primeira metade do século 20 flagram vítimas e criminosos
    As fotografias foram recuperadas pelo ex-policial Merrick Morton, que ficou sabendo da existência do acervo em 2001, quando organizava uma exposição sobre a história da polícia. A imagem acima mostra a vítima de um tiroteio em Los Angeles, em julho de 1950. (Foto: LAPD/Fototeka/Paris Photo)
  • Imagens arquivadas na primeira metade do século 20 flagram vítimas e criminosos
    Junto com sua esposa, Morton passou horas examinando os arquivos fotográficos. A foto acima mostra o local de um suicídio em abril de 1950. (Foto: LAPD/Fototeka/Paris Photo)
  • Imagens arquivadas na primeira metade do século 20 flagram vítimas e criminosos
    As imagens mais importantes e fortes foram as escolhidas para a exposição. Esta foto, por exemplo, foi feita em fevereiro de 1933 e mostra um criminoso condenado por sequestro. (Foto: LAPD/Fototeka/Paris Photo)
  • Imagens arquivadas na primeira metade do século 20 flagram vítimas e criminosos
    O casal convenceu a polícia de Los Angeles a preservar a maioria das fotos e os negativos foram transferidos para um centro de conservação em Hollywood. Acima, uma vítima de um ataque mostra os ferimentos nas mãos, fevereiro de 1950. (Foto: LAPD/Fototeka/Paris Photo)
  • Imagens arquivadas na primeira metade do século 20 flagram vítimas e criminosos
    'Estas imagens lembram um filme noir e até mesmo alguns filmes dos dias de hoje, mas o que estamos vendo são cenas da vida real', disse Julien Frydman, diretor da galeria Paris Photo Los Angeles. Acima, uma vítima de assassinato em setembro de 1934. (Foto: LAPD/Fototeka/Paris Photo)
  • Imagens arquivadas na primeira metade do século 20 flagram vítimas e criminosos
    Merrick Morton e a esposa exibiram algumas destas fotos em várias galerias, incluindo a galeria deles, Fototeka. Muitas delas, no entanto, foram mostradas pela primeira vez na exposição. Esta imagem mostra a reconstituição de um crime em 1963. (Foto: LAPD/Fototeka/Paris Photo)
  • Imagens arquivadas na primeira metade do século 20 flagram vítimas e criminosos
    Os organizadores da Paris Photo destacam a ambivalência destas imagens, que misturam documentação e arte. A foto acima mostra um bilhete escrito por bandidos em dezembro de 1961.(Foto: LAPD/Fototeka/Paris Photo)
  • Imagens arquivadas na primeira metade do século 20 flagram vítimas e criminosos
    Como os organizadores destacam, em nenhum outro lugar a realidade e a ficção de misturam tanto como em Hollywood. Acima, marcas deixadas por disparos, fevereiro de 1930. (Foto: LAPD/Fototeka/Paris Photo)
  • Imagens arquivadas na primeira metade do século 20 flagram vítimas e criminosos
    Acima, um bilhete escrito por ladrões de banco em novembro de 1965. As fotos exibidas também estão à venda e os preços variam entre US$ 325 (mais de R$ 718) e US$ 700 (R$ 1,5 mil). (Foto: LAPD/Fototeka/Paris Photo)

Filme noir da vida real

As imagens foram feitas entre as décadas de 1920 e 1960 e foram encontradas em um depósito da Polícia de Los Angeles.

As fotos pertencem à Divisão de Investigações Especiais de Los Angeles, o laboratório de investigações forenses mais antigo dos Estados Unidos.

Existem mais de um milhão de fotografias documentando a atividade da polícia local, principalmente na primeira metade do século 20.

As fotografias foram recuperadas pelo ex-policial Merrick Morton, que ficou sabendo da existência do acervo em 2001, quando organizava uma exposição sobre a história da polícia.

"Estas imagens lembram um filme noir e até mesmo alguns filmes dos dias de hoje, mas o que estamos vendo são cenas da vida real", disse Julien Frydman, diretor da galeria Paris Photo Los Angeles, que realiza a exposição.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.