A reprodução deste formato de vídeo não é compatível com seu dispositivo

Memória: Shirley Temple, a 'queridinha da América'

11 fevereiro 2014 Atualizado pela última vez 20:54 BRST 22:54 GMT

Estrela de Hollywood aos 4 anos, atriz se reinventou ao entrar para a política.

A atriz americana Shirley Temple morreu na noite desta segunda-feira, aos 85 anos, conforme anunciou sua família.

Com suas covinhas e cabelos cacheados, ela conquistou os americanos durante a época da depressão econômica, nos anos 30.

Conhecida como "queridinha da América", ela se transformou em uma verdadeira estrela de Hollywood aos 4 anos e, aos 6, ganhou um Oscar especial.

Em filmes como A Pequena Órfã e Alegria de Viver, ela mostrava seu talento, cantando e dançando.

Após deixar a indústria do cinema, ela se casou e passou a se concentrar na vida familiar e na criação de seus filhos.

Mas voltou a ganhar notoriedade anos depois, quando entrou na política. Ela começou sua nova carreira fazendo parte da delegação americana na Assembleia-Geral da ONU.

Nos anos 70, foi embaixadora em Gana e na então Tchecoslováquia.

Clique aqui para nos dizer o que você acha deste site