Por caridade, pilotos fotografam bastidores e férias da F1

3 fevereiro 2014 Atualizado pela última vez 06:38 BRST 08:38 GMT

Lewis Hamilton registrou uma foto do Cristo Redentor; Sebastian Vettel e Mark Webber optaram por retratar suas férias nos Alpes europeus.
Pilotos e diretores de equipes de F1 viraram fotógrafos em um projeto de uma instituição de caridade.
As estrelas da Fórmula 1 concordaram em virar fotógrafos por alguns dias, como parte de um projeto de caridade para o hospital Great Ormond Street, de Londres. Esta imagem feita da garagem da Caterham é do piloto Giedo van der Garde.
Pilotos e diretores de equipes de F1 viraram fotógrafos em um projeto de uma instituição de caridade.
Adrian Sutil explica seu trabalho: "Tirei esta foto durante um passeio pelos Alpes suíços. Ele combina todas as minhas paixões: natureza, carros, dirigir, Alpes, Suíça e casa. É aqui que venho restaurar minhas energias depois de um fim de semana cheio na Fórmula 1."
Pilotos e diretores de equipes de F1 viraram fotógrafos em um projeto de uma instituição de caridade.
Nico Rosberg: "Ao volante de um W 154 de 1938, em Stuttgart. Um autorretrato."
Pilotos e diretores de equipes de F1 viraram fotógrafos em um projeto de uma instituição de caridade.
Fernando Alonso: "Tirei esta foto do pódio do GP da Itália de 2013. Subir no pódio em Monza é sempre uma sensação especial, pois é o único lugar onde se consegue sentir o carinho que os torcedores têm pela equipe, e esse é o melhor prêmio ao final de um fim de semana."
Pilotos e diretores de equipes de F1 viraram fotógrafos em um projeto de uma instituição de caridade.
Sebastian Vettel: "Eu gosto bastante das montanhas, elas me dão a liberdade e muitas possibilidades de atividades esportivas. É especialmente ótimo no inverno, quando posso esquiar. A 'Parede Vermelha' na montanha de Voralberg, na Áustria, é incrível. Fui lá com minha família na minha primeira viagem de esqui e adoro voltar sempre. Me sinto em casa, e posso relaxar e curtir."
Pilotos e diretores de equipes de F1 viraram fotógrafos em um projeto de uma instituição de caridade.
Lewis Hamilton: "O Brasil é a última corrida do calendário todos os anos. Também é o lar do meu ídolo, Ayrton Senna, então voltar para cá todo novembro é especial, e me faz perceber o quão privilegiado sou e o quão grato devo ser. Neste ano, eu dei um pulo no Rio e visitei o Cristo Redentor. É maravilhoso como está estátua observa - e cuida - de toda a cidade, e a vista é incrível."
Pilotos e diretores de equipes de F1 viraram fotógrafos em um projeto de uma instituição de caridade.
Paul di Resta: "Eu tirei esta foto durante a parada dos pilotos em Cingapura. É um momento raro antes de uma corrida, quando você absorve a atmosfera e sente a energia dos torcedores. É uma das melhores corridas do ano e esta foto ajuda a resumir a natureza e o desafio espetaculares desta pista."
Pilotos e diretores de equipes de F1 viraram fotógrafos em um projeto de uma instituição de caridade.
Jenson Button: "Obrigado pelo trabalho duro de vocês, caras!"
Pilotos e diretores de equipes de F1 viraram fotógrafos em um projeto de uma instituição de caridade.
Mark Webber: "Esta foto eu tirei enquanto andava de bicicleta nos Alpes franceses durante as férias da F1."
Pilotos e diretores de equipes de F1 viraram fotógrafos em um projeto de uma instituição de caridade.
O ex-piloto e comentarista Martin Brundle: "Este é o pneu Pirelli dianteiro de Kimi (Raikkonen), depois que ele rodou em Suzuka." Estas fotos serão colocadas em um livro especial da editora Vision Sports Publishing. O dinheiro arrecadado será doado para caridade.