Em imagens: os locais que serão visitados pelo papa

22 julho 2013 Atualizado pela última vez 07:35 (Brasília) 10:35 GMT

Chefe da Igreja Católica faz sua primeira viagem oficial ao exterior para a Jornada Mundial da Juventude, no Rio de Janeiro.
Em sua primeira visita ao Brasil, o papa Francisco chega ao Rio de Janeiro na tarde de segunda-feira, 22, para a Jornada Mundial da Juventude, maior encontro direcionado a jovens católicos do mundo. São esperados cerca de 2,5 milhões de fiéis. (Crédito: Reuters)
Da base aérea do aeroporto internacional do Rio de Janeiro, o papa segue para a Catedral Metropolitana, onde percorre em carro aberto ruas do centro da capital fluminense. Seu destino final é o Palácio Guanabara (acima), sede do governo estadual, onde será recepcionado pela presidente Dilma Rousseff, pelo governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, e pelo prefeito da cidade, Eduardo Paes. Protestos nas imediações do local já foram programados. (Crédito: Reuters)
Após o encontro com autoridades no Palácio Guanabara, o papa segue para a Residência do Sumaré, na zona norte da capital. Ali, ele ficará em repouso durante toda a terça-feira, 23. (Crédito: AP)
Na manhã de quarta-feira, 24, o pontífice parte de helicóptero ao Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida, em Aparecida (SP). No local, rezará uma missa e se encontrará com religiosos. No fim da tarde do mesmo dia, volta ao Rio de Janeiro. (Crédito: Reuters)
Na manhã de quinta-feira, 25, após receber as chaves da cidade das mãos do prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, e benzer as bandeiras olímpicas, o papa vai à comunidade de Varginha, em Manguinhos, na Zona Norte. Será a primeira visita de um pontífice a uma favela carioca desde 1980, quando o então papa João Paulo 2º visitou a favela do Vidigal, na Zona Sul. Em Varginha, o papa rezará uma missa em uma pequena igreja local e depois falará aos moradores em um campo de futebol com capacidade para 20 mil pessoas. (Crédito: Reuters)
Na noite de quinta-feira, o papa participa da festa de acolhida dos jovens na orla de Copacabana. (Crédito: AFP)
Na manhã de sexta-feira, 26, o papa vai à Quinta da Boa Vista, um dos pontos turísticos mais visitados da cidade e antiga casa de repouso do imperador Dom Pedro 1º. Ali, o pontífice ouvirá a confissão de cinco jovens (três brasileiros, um venezuelano e um italiano). (Crédito: Reuters)
Na noite de sexta-feira, o papa participa da Via Crúcis na orla de Copacabana. São esperadas cerca de 1,5 milhão de pessoas no evento. (Crédito: Reuters)
No sábado pela manhã, o papa reza uma missa com os bispos da 28º Jornada Mundial da Juventude e com os sacerdotes, os religiosos e os seminaristas na Catedral de São Sebastião do Rio de Janeiro, no centro da cidade. De lá segue para o Theatro Municipal, onde se encontra com lideranças políticas. (Crédito: AFP)
Na noite de sábado, o papa faz uma vigília de oração com jovens no Campus Fidei, em Guaratiba, Zona Oeste da cidade. O terreno está dividido em 22 lotes, cada um com tamanho equivalente a sete campos do Estádio do Maracanã. São esperados 1,5 milhão de fiéis no evento. (Crédito: AFP)
No domingo pela manhã, ainda no Campus Fidei, o papa fará uma missa de encerramento da Jornada Mundial da Juventude. De lá, segue para um almoço de despedida no Centro de Estudos do Sumaré, onde está hospedado. À tarde, vai ao Riocentro, onde se encontra com voluntários da Jornada. No início da noite, ruma ao aeroporto internacional do Rio de Janeiro, onde ocorrerá a cerimônia de despedida. Ele retorna a Roma às 19h (horário de Brasília). (Crédito: AFP)