Quando o visual das casas noturnas tomou as passarelas de Londres

12 julho 2013 Atualizado pela última vez 06:34 (Brasília) 09:34 GMT

Mostra 'From Club to Catwalk', no museu V&A, destaca a influência da moda alternativa 'new wave' dos clubes londrinos nos anos 80.
Exposição no V&A
Uma nova exposição no Victoria and Albert Museum, de Londres, mostra como o estilo dos 'clubbers' — os frequentadores das casas noturnas — influenciou o mundo da moda nos anos 80.
Trojan e Mark na Taboo, 1986. Foto: Derek Ridgers
A exposição tem uma espécie de tese: de que há 30 anos, o que surgiu de melhor na moda britânica sempre esteve ligado ao que acontecia nos clubes noturnos, sobretudo depois que o movimento punk perdeu força.
Imagens da exposição do V&A.
Metade da exposição do V&A fala sobre os estilistas. A outra metade mostra identidades das diferentes 'tribos', como os góticos, os novos românticos e a cultura 'rave'.
The Cloth, Summer Summit, 1985. Foto: Anita Corbin
Entre os temas explorados na exposição estão o design de têxteis e as camisetas típicas do começo dos anos 80.
Camiseta de seda, criada por Katherine Hamnett, 1984. Foto: V&A London
A exposição mostra as tensões políticas e sociais da Grã-Bretanha naquela década. As camisetas criadas por Katherine Hamnett traziam frases polêmicas, como esta ('fique vivo em 85').
Bodymap, A/W 1984, Cat in the hat takes a rumble with a techno fish. Modelo: Scarlett Cannon  Foto: Monica Curtin
"Em 1984, a London Fashion Week foi criada", diz Claire Wilcox, diretora de moda do V&A. "Pela primeira vez as criações de estilistas estavam sendo mostradas no mesmo lugar: isso botou a moda britânica no mapa de forma bastante profissional. E aumentou o apoio do governo."
Seção dos 'New Romantics' no V&A. BBC
"Mas ao mesmo tempo, também emergiu uma cena vibrante underground. Havia muita energia e pessoas como Stephen Jones conseguiam criar chapéus tanto para a princesa Diana quanto para o Boy George."
Letreiro da Blizt na exposição do V&A Club to Catwalk.
"Naquele tempo, discotecas como Blitz e Club for Heroes, em Baker Street, e a Heaven mostravam o lado não-oficial da moda londrina. A criatividade mostrada lá foi incrivelmente influente", diz Wilcox.
Capa da The Face (Hell’s Angels Cover)  Artista: Lloyd Johnson. Foto: Eamonn Mccabe
A exposição "From Club to Catwalk" ("Da discoteca à Passarela") ficará em cartaz no V&A até fevereiro de 2014.