A reprodução deste formato de vídeo não é compatível com seu dispositivo

Galinha ajuda pesquisadores a entenderem dinossauros

8 julho 2013 Atualizado pela última vez 11:50 (Brasília) 14:50 GMT

Peter Falkingham, do Royal Veterinary College em Londres, espera, eventualmente, extrair informações sobre o andar dos dinossauros a partir de pegadas fossilizadas.

"Capturar uma pegada parece muito simples", disse Falkingham.

"Mas nós realmente não sabemos o que acontece quando um pé vai abaixo da superfície dos sedimentos, por isso estamos usando estes raios-X de alta velocidade para entender o movimento do pé abaixo da superfície."

A equipe filmou Galinhas D'Angola enquanto caminhavam por sedimento arenoso. Combinar as características de sua pegada a detalhes das pegadas resultantes permitirá aos cientistas tentar o mesmo em relação aos dinossauros.

O cientista ressaltou que há lições de engenharia que podem ser aprendidas a partir de como os dinossauros - especialmente os grandes - se movimentavam.

"O Tyranosaurus rex era um bípede (animal que se movia sobre duas pernas) de nove toneladas ", disse à BBC News.

"Isso leva a biomecânica muito além de qualquer coisa que conhecemos agora."

Estudar aves, descendentes de dinossauros, poderia ajudar a recriar os movimentos dos gigantes pré-históricos.