BBC navigation

Competição reúne fotos 'surreais' sobre a vida selvagem em todo o mundo

Atualizado em  29 de outubro, 2012 - 13:09 (Brasília) 15:09 GMT

GDT European Wildlife Photographer of the Year 2012

  • Foto: Tommy Vikars - GDT/Gesellschaft Deutsche Tierfotografen
    Esta é a foto grande ganhadora do concurso europeu GDT de fotografia de vida selvagem de 2012. Com o título de "O contemplador de estrelas", a imagem retratou com longa exposição dois veados-de-cauda-branca se alimentando em uma estação. O fotógrafo finlandês ficou a 50 metros da máquina e a acionou por controle remoto, mas o resultado foi surpreendente (Foto: Tommy Vikars - GDT/Gesellschaft Deutsche Tierfotografen).
  • Foto: Bouguereau Gregoire - GDT/Gesellschaft Deutsche Tierfotografen
    "Gazela-de-Thomson em foco" é o título desta foto que capta o momento em que quatro jovens guepardos do Parque Nacional de Serengeti, na Tanzânia, se preparam para atacar a presa. Um fotógrafo francês registrou a cena em abril de 2011 (Foto: Bouguereau Gregoire - GDT/Gesellschaft Deutsche Tierfotografen).
  • Foto: Frank Krahmer - GDT/Gesellschaft Deutsche Tierfotografen
    Depois de uma noite chuvosa no Parque Nacional Glacier, na América do Norte, as tormentas dão lugar a um arco-íris. O fotógrafo alemão conta que foi "um dos momentos mais mágicos que já viveu" (Foto: Frank Krahmer - GDT/Gesellschaft Deutsche Tierfotografen).
  • Foto: Cristobal Serrano - GDT/Gesellschaft Deutsche Tierfotografen
    "A perseguição" ganhou o prêmio de melhor fotografia subaquática. O fotógrafo espanhol ficou a vinte metros de profundidade no mar Cortez, na Califórnia, assistindo a caçada de biguás e fotografando os momentos com uma lente grande angular (Foto: Cristobal Serrano - GDT/Gesellschaft Deutsche Tierfotografen).
  • Foto: Angel Fitor - GDT/Gesellschaft Deutsche Tierfotografen
    No Mar Menor, na Espanha, estas medusas da espécie 'Cotylorhiza tuberculata' vão até a superfície em busca de comida. Elas se alimentam de plâncton e açucares eliminados pelas algas da região. O fotógrafo espanhol fez este registro no amanhecer, quando as águas-vivas aguardam o começo da fotossíntese das algas para se alimentar. Daí, o título: "Esperando pela luz" (Foto: Angel Fitor - GDT/Gesellschaft Deutsche Tierfotografen).
  • Foto: Leopold Kanzler - GDT/Gesellschaft Deutsche Tierfotografen
    "O Gourrmet" foi fotografado por um austríaco que estava escondido numa plantação de milho, aguardando a aparição de antílopes. No entanto, quem apareceu foi este coelho, que percebeu a presença do estranho e não tirava o olho do fotógrafo, enquanto comia (Foto: Leopold Kanzler - GDT/Gesellschaft Deutsche Tierfotografen).
  • Foto: Markus Zardra - GDT/Gesellschaft Deutsche Tierfotografen
    "Misterioso e secreto" mostra o bico de um martim-pescador muito raro no sul do Tirol, fotografado por um italiano (Foto: Markus Zardra - GDT/Gesellschaft Deutsche Tierfotografen).
  • Foto: Jerome Guillaumot - GDT/Gesellschaft Deutsche Tierfotografen
    Em um lago quase completamente congelado, no Parque Nacional de Kiskunsági, na Hungria, várias garças disputavam o melhor lugar pra pescar. Assim, um fotógrafo francês fez a foto: "Costas frente costas" (Foto: Jerome Guillaumot - GDT/Gesellschaft Deutsche Tierfotografen).
  • Foto: Ole Jorgen Liodden - GDT/Gesellschaft Deutsche Tierfotografen
    "O mundo dos ursos polares" retrata o grave problema do aquecimento global que reduz o habitat dos animais da região. Esta imagem foi feita por um fotógrafo norueguês, no norte do seu país, onde o gelo do circulo polar ártico está ficando cada vez mais fino (Foto: Ole Jorgen Liodden - GDT/Gesellschaft Deutsch Tierfotografen).
  • Foto: Audun Rikardsen- GDT/Gesellschaft Deutsch  Tierfotografen
    Esta foto foi tirada em um barco na Groenlândia, no momento em que o arpão é disparado contra uma baleira. Os povos Inuit habitam a região e dependem dos recursos marinhos disponíveis, incluindo a caça a baleias. O momento foi registrado por um norueguês a bordo do barco, que denominou a imagem de "Vida e morte na Groenlândia" (Foto: Audun Rikardsen - GDT/Gesellschaft Deutsch Tierfotografen).
  • Foto: Ferenc Somodi - GDT/Gesellschaft Deutsch  Tierfotografen
    "Sobrevivente" ganhou na categoria 'Homem e Natureza'. A foto mostra o salto de um sapo que atravessa uma pista de carros. O fotógrafo húngaro conta que o governo do país tem tomado medida de proteção destes anfíbios, mas muitos ainda morrem atropelados (Foto: Ferenc Somodi - GDT/Gesellschaft Deutsch Tierfotografen).
  • Foto: Foto: Klaus Tamm - GDT/Gesellschaft Deutsch  Tierfotografen
    Em uma manhã ensolarada, um fotógrafo alemão ficou horas fotografando mosquitos. Ele conta que os insetos pareciam que iam acasalar e, assim, esta foto foi denominada "O primeiro beijo" (Foto: Klaus Tamm - GDT/Gesellschaft Deutsch Tierfotografen).
  • (Foto: Rosa Isabel Vazquez - GDT/Gesellschaft Deutsch  Tierfotografen
    "Plantas em movimento" foi fotografado com uma exposição de 13 segundos para capturar o movimento das árvores e conceder uma textura a água deste lago na Escócia. A imagem foi feita nas férias de uma fotógrafa espanhola. (Foto: Rosa Isabel Vazquez - GDT/Gesellschaft Deutsch Tierfotografen).
  • Foto: Bart Siebelink - GDT/Gesellschaft Deutsch  Tierfotografen
    O fotógrafo holandês usou uma velocidade baixa para retratar caranguejos tentando de segurar nas rochas. A imagem abstrata foi feita em Montenegro e denominada "Hefaísto", já que o caranguejo parece ter se transformado em uma criatura mitológica (Foto: Bart Siebelink - GDT/Gesellschaft Deutsch Tierfotografen).
  • Foto: David Maitland - GDT/Gesellschaft Deutsch  Tierfotografen
    Com uma lente de microscópio, o fotógrafo inglês conseguiu mostrar a composição que existe na areia de muitas praias, com pedações de estruturas minúsculas. Daí, vem o título da imagem "Areia de coral" (Foto: David Maitland - GDT/Gesellschaft Deutsch Tierfotografen).

Concurso europeu GDT de vida selvagem de 2012

A 12ª edição do concurso europeu de fotografia de vida selvagem, organizado pela Sociedade Alemã de Fotógrafos de Natureza, reuniu fotografias criativas que retratam a natureza e a sua relação com o homem.

A imagem ganhadora foi "O contemplador de estrelas", do fotógrafo finlandês Tommy Vikars, mas existem ainda outras categorias e fotos que foram destacadas pelo júri internacional.

Foram enviadas imagens de todo o mundo, tiradas por fotógrafos europeus, sejam eles profissionais, ou não.

Interessante observar as estratégias que foram utilizadas para registrar diferentes ângulos e aspectos da vida selvagem. Desde lentes especiais, controles remotos ou simplesmente se posicionar em baixo de um cardume sob ataque de pássaros famintos.

O resultado pode ser conferido agora.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.