Robô-prancha monitora tubarões no Pacífico

Atualizado em  19 de setembro, 2012 - 06:04 (Brasília) 09:04 GMT

Player

Equipamento da Universidade de Stanford é capaz de localizar e enviar dados sobre a fauna marinha.

Assistirmp4

Para executar este conteúdo em Java você precisa estar sintonizado e ter a última versão do Flash player instalada em seu computador.

Formatos alternativos

O robô Wave Glider, alimentado por energia solar e parecido com uma prancha de surfe, vem sendo usado por cientistas para monitorar a fauna marinha do Oceano Pacífico.

Cortesia: Universidade de Stanford

O equipamento é capaz de detectar tubarões a mais de 330m de profundidade

Biólogos da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, usam o equipamento para detectar a presença de animais próximos à costa norte de San Francisco.

O robô consegue captar sinais emitidos por tubarões que circulam a mais de 330 metros de profundidade e envia a sua localização exata aos cientistas via satélite.

Cientistas acreditam que este seja um passo fundamental na direção do que chamam de "oceano interconectado", quer dizer, um mar em cheio de receptores robóticos móveis, conectados a estações receptoras e transmissoras de dados.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.