Menina sul-africana recebe clone da própria pele em transplante

Atualizado em  14 de junho, 2012 - 10:54 (Brasília) 13:54 GMT

Player

Criança teve corpo queimado em explosão, mas pode ser salva por procedimento inédito no continente.

Assistirmp4

Para executar este conteúdo em Java você precisa estar sintonizado e ter a última versão do Flash player instalada em seu computador.

Formatos alternativos

Foto: AP

Isabella, de 3 anos de idade, teve cerca de 80% do corpo queimado

A menina sul-africana Isabella Krueger tinha 10% de chances de sobreviver às queimaduras que atingiram cerca de 80% de seu corpo.

Ela foi vítima de um acidente com querosene, pouco antes do Ano Novo.

Seis meses depois, Isabella, que tem apenas três anos de idade, recebeu um transplante de pele inédito, o primeiro do tipo realizado na África.

A pele dela foi clonada em um laboratório em Boston, nos Estados Unidos, e levado para a África do Sul.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.