Cientistas encontram enguia considerada 'fóssil vivo'

Atualizado em  17 de agosto, 2011 - 09:59 (Brasília) 12:59 GMT

Player

Animal foi encontrado em caverna submarina a 35 metros de profundidade no Oceano Pacífico.

Para executar este conteúdo em Java você precisa estar sintonizado e ter a última versão do Flash player instalada em seu computador.

Formatos alternativos

Cientistas descobriram uma espécie de enguia primitiva vivendo em uma caverna submarina nas ilhas da República de Palau, no Oceano Pacífico.

A enguia, batizada de Protoanguilla palau, tem características anatômicas que não estão presentes em outros tipos de enguias.

A enguia tem características tão específicas que foi considerada um fóssil vivo (BBC)

A enguia tem características tão específicas que foi considerada um fóssil vivo (BBC)

A equipe de cientistas americanos, japoneses e palauenses afirma que as características da enguia sugerem que a espécie tem uma história de evolução longa e independente que se estende até 200 milhões de anos atrás. Com isso, os pesquisadores já estão chamando esta enguia de "fóssil vivo".

A enguia é uma espécie tão diferente que os cientistas tiveram que criar uma nova família taxonômica para descrever sua relação com outras enguias.

O animal usado como base para o estudo é uma fêmea de 18 centímetros de comprimento, capturada por um dos pesquisadores durante um mergulho em uma caverna a 35 metros de profundidade.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.