Desemprego na zona do euro sobe e chega a recorde de 12,1%

  • 30 abril 2013

O número de pessoas desempregadas nos países que integram a zona do euro subiu mais uma vez, atingido o nível recorde de 12,1%.

Este é 23º mês consecutivo a registrar alta da taxa. A inflação, no entanto, diminuiu drasticamente.

Os números foram revelados no mesmo dia em que o novo primeiro-ministro da Itália, Enrico Letta, reúne-se com a chanceler (premiê) alemã, Angela Merkel.

Ele deve argumentar pelo fim das medidas de austeridade defendidas pela Alemanha, e indicar que a Europa precisa voltar a ser uma máquina de crescimento econômico.

Na semana passada, a Espanha divulgou que o nível de desemprego chegou a 27,2% da população economicamente ativa do país no primeiro trimestre de 2013.

Trata-se da maior taxa já registrada desde o início das medições, em 1976.

O número total de pessoas sem trabalho na Espanha já ultrapassou seis milhões, embora o ritmo de crescimento da taxa de desemprego tenha desacelerado recentemente.