Cristine Lagarde é intimada a depor em tribunal francês

  • 18 abril 2013

A presidente do FMI Christine Lagarde foi convocada para um tribunal francês para uma investigação sobre abuso de poder durante seu período como ministra das Finanças da França, há seis anos.

Seu advogado, Yves Repiquet, disse que ela terá que responder perguntas diante do juiz no fim do próximo mês.

Lagarde nega que tenha abusado de seu poder como ministra quando exigiu que juízes mediassem uma disputa entre o empresário Bernard Tapie e um banco parcialmente estatal, o Crédit Lyonnais.

O acordo garantiu que Tapie recebesse mais de US$ 300 milhões (cerca de R$ 590 milhões) em danos, mas correspondentes dizem que ele teria recebido muito menos se o caso tivesse ido ao tribunal.

Investigadores suspeitam que o acordo com Tapie foi feito em troca de seu apoio ao presidente Nicolas Sarkozy na eleição presidencial de 2007.

Em março, o FMI divulgou um comunicado afirmando sua confiança em Christine Lagarde.