EUA publicam lista negra de russos banidos do país

  • 12 abril 2013

O governo americano publicou uma lista com o nome de 18 cidadãos russos e de países vizinho que teriam cometido abusos contra os direitos humanos. O grupo irá agora enfrentar sanções que foram aprovadas pelo Congresso americano no ano passado.

Dezesseis deles foram considerados culpados pela morte do advogado defensor dos direitos humanos Sergei Magnitsky. Acusado de sonegação fiscal, ele foi preso em 2009 e em seguida foi torturado e morto após dizer ter descoberto uma rede de corrupção envolvendo autoridades russas.

Diante da decisão do governo americano, a Rússia afirmou que publicará uma lista dos americanos acusados de violar os direitos humanos. Moscou há havia feito uma retaliação à decisão do Congresso dos EUA - que ficou conhecida como lei Magnitsky -, ao proibir adoção de crianças russas por famílias americanas.

Os integrantes da lista - cidadãos da Rússia, Ucrânia, Axerbaijão e Uzbequistão - serão proibidos de entrar nos Estados Unidos, terão seus possíveis bens e investimentos no país congelados.