Ex-chanceler de Israel se diz inocente em julgamento por abuso de poder

Atualizado em  17 de fevereiro, 2013 - 11:17 (Brasília) 14:17 GMT

Começou neste domingo em Israel o julgamento do ex-chanceler do país Avigdor Lieberman, que negou as acusações.

Ele é acusado de abuso de poder e quebra de confiança, por supostamente ter impedido a promoção de um diplomata que depôs contra ele na polícia.

Lieberman, que lidera o partido de extrema direita Israel Beitenu, renunciou depois que as acusações vieram à tona, em janeiro.

O desfecho do julgamento pode determinar o futuro político de Lieberman, no momento em que seu partido negocia uma coalizão com a agremiação do premiê Binyamin Netanyahu.

O ex-chanceler é uma das figuras públicas mais controversas da política israelense, sobretudo por sua postura conservadora.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.