BBC navigation

Número de imigrantes nos EUA supera 40 milhões e bate novo recorde

Atualizado em  29 de janeiro, 2013 - 19:25 (Brasília) 21:25 GMT

Enquanto imigração autorizada continuou a subir durante a crise, número de indocumentados caiu

A população de imigrantes nos EUA bateu recorde em 2011, chegando a 40,4 milhões, ou cerca de 13% da população americana naquele ano, informou nesta terça-feira o centro de pesquisas Pew Hispanic Center.

Este número representa um aumento de 2,4 milhões de estrangeiros vivendo no país em relação a 2007, pouco antes do início da crise econômica.

Por outro lado, desde o início da crise o número de indocumentados nos EUA caiu, observou o Pew Hispanic. Em 2007, os estrangeiros ilegais bateram um recorde ao atingir 12 milhões. Quatro anos depois, o número havia caído para 11,1 milhões.

As estatísticas foram divulgadas na semana em que o debate sobre a reforma das leis americanas de imigração ganham corpo. Nesta terça-feira, o presidente Barack Obama prometeu enviar ao Congresso um projeto de lei sobre o assunto se os parlamentares "não agirem de forma rápida".

Para os autores da pesquisa, os EUA continuam sendo "uma nação de imigrantes" ainda que a proporção de estrangeiros seja hoje menor do que nos anos 1980 a 1920, quando os EUA receberam diversos imigrantes da Europa.

Naquela época, a população estrangeira dos EUA chegou a 15% da população total. Hoje, 50% dos imigrantes vêm da América Latina, principalmente México, e 27% vêm da Ásia.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.