ONU apoia intervenção da França no Mali e deve enviar força própria

Atualizado em  14 de janeiro, 2013 - 21:57 (Brasília) 23:57 GMT

Após uma reunião de emergência a pedido da França, o Conselho de Segurança das Nações Unidas anunciou seu apoio à intervenção militar francesa no Mali, e sinalizou que deve agilizar o envio de uma força multilateral da União Africana ao país.

Paris ordenou que tropas estacionadas em diversos pontos da África entrassem no Mali, ex-colônia francesa no oeste do continente, em meio aos avanços de radicais islâmicos do grupo Ansar al Din no país.

"[A intervenção francesa] foi apoiada pela comunidade internacional, começando com os Estados africanos. Muitos dos nossos aliados, entre eles Grã-Bretanha, Bélgica, Dinamarca, Estados Unidos e Canadá, também nos apoiaram e a Alemanha disse que estava disponível [para ajudar]. Eu os agradeço por isso", disse o primeiro-ministro francês, Jean-Marc Ayrault, após a reunião.

Gerard Araud, embaixador da França na ONU, disse que um general da Nigéria deverá comandar a força multilateral da União Africana a ser enviada ao Mali "nos próximos dias ou semanas" e que a ação de Paris deve "acelerar" a chegada dessas tropas ao país.

"A França tem a compreensão e o apoio de todos os membros [do órgão da ONU]", disse ao término da reunião emergencial em Nova York na noite desta segunda-feira.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.