Banco suíço fecha as portas após escândalo de sonegação

Atualizado em  4 de janeiro, 2013 - 07:32 (Brasília) 09:32 GMT

O tradicional banco suíço Wegelin and Co. anunciou nesta sexta-feira que está fechando as portas após investigações nos Estados Unidos revelarem que a instituição ajudava clientes a sonegar impostos.

O banco, fundado em 1741, anunciou a decisão após um tribunal de Nova York ter condenado a instituição a pagar uma multa de mais de US$ 55 milhões.

O banco admitiu, em juízo, que sabia que muitos de seus clientes americanos mantinham contas secretas para evitar o pagamento de impostos em seu país.

O Departamento de Justiça dos EUA disse que sua prioridade número um é buscar e identificar sonegadores e instituições que os ajudem a sonegar o pagamento de tributos.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.