BBC navigation

Parlamento da Itália é dissolvido, abrindo caminho a novas eleições

Atualizado em  22 de dezembro, 2012 - 15:51 (Brasília) 17:51 GMT

O presidente da Itália, Giorgio Napolitano, dissolveu neste sábado o Parlamento do país, após a renúncia do premiê Mario Monti.

Com a dissolução, são esperadas eleições nacionais em fevereiro.

Monti iniciou seu governo tecnocrata no ano passado, implementando medidas de austeridade (cortes de gastos e aumento de impostos). Ele renunciou na última sexta-feira, depois da aprovação de seu orçamento pelos demais parlamentares.

O motivo de sua saída é o fato de sua coalizão governista ter perdido o apoio do partido do ex-premiê Silvio Berlusconi - que pretende concorrer nas eleições de fevereiro.

Monti, que governará interinamente até o pleito, deve anunciar seus planos (de concorrer ou não) neste domingo.

Napolitano, por sua vez, pediu "uma campanha eleitoral comedida e construtiva".

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.