Lobby de indústria de armas rompe silêncio sobre tragédia em escola

Atualizado em  19 de dezembro, 2012 - 08:51 (Brasília) 10:51 GMT

O poderoso lobby da indústria de armas americanas, a National Rifle Association, rompeu o silêncio sobre a tragédia na escola americana em que um homem armado matou vinte e seis pessoas, na maioria crianças, e depois se matou.

A National Rifle Association, que é o maior grupo lobista do setor nos Estados Unidos, disse estar disposto a fazer contribuições significativas para prevenir novas tragédias, como o da escola da cidade de Newton, no Estado de Connecticut.

Mas não especificou que medidas seriam essas.

O massacre de muitas crianças de 6 a 7 anos de idade chocou os Estados Unidos e deu novo fôlego ao debate sobre o controle de armas no país. O direito de portar armas é assegurado pela Constituição americana e defendido de forma veemente por alguns ativistas no país.

Mas grupos que defendem o controle de armas estão pressionando o governo e o Congresso para rever as leis que regulamentam a compra de armas de fogo no país,

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.