Líder islâmico fundamentalista será libertado na Grã-Bretanha

Atualizado em  13 de novembro, 2012 - 08:08 (Brasília) 10:08 GMT

O líder regligioso extremista muçulmano Abu Qatada será libertado de uma prisão de segurança máxima britânica nesta terça-feira, após pagar uma fiança.

Qatada vem travando uma batalha legal com autoridades britânicas há setes anos para evitar ser deportado para seu país natal, a Jordânia.

Ele é acusado de ter tramado ataques à bomba no país. Um tribunal de recursos britânico acatou o pedido de Qatada de não ser extraditado, por julgar que confissões obtidas mediante tortura poderiam ser usadas contra ele em um novo julgamento na Jordânia.

A ministra do Interior da Grã-Bretanha, Theresa May, disse que irá recorrer da decisão.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.