BBC navigation

Grupo ligado à Al-Qaeda assume ataques durante feriado religioso no Iraque

Atualizado em  29 de outubro, 2012 - 14:06 (Brasília) 16:06 GMT
Moradores em local de explosão em Bagdá, Iraque (AFP)

Moradores em local de explosão em Bagdá, Iraque

Um grupo militante sunita ligado à Al-Qaeda informou que foi o responsável por uma série de disparos e explosões no Iraque durante o festival religioso do Eid al-Adha, um dos mais importantes para os muçulmanos.

Dezenas de pessoas morreram na violência que se estendeu durante os quatro dias do feriado religioso.

O grupo que assumiu os ataques, chamado Estado Islâmico do Iraque, afirmou que as ações foram uma resposta às supostas prisões de mulheres sunitas realizadas pelas forças de segurança iraquianas.

Os militantes afirmam que as mulheres foram detidas para que homens relacionados à elas, que são procurados pelas forças de segurança, fossem encontrados.

O grupo também afirmou que mais atos de violência vão ocorrer no Iraque.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.