Confronto durante protestos deixa pelo menos dez feridos no Egito

Atualizado em  12 de outubro, 2012 - 14:09 (Brasília) 17:09 GMT

Manifestantes contra o governo do presidente do Egito, Mohammed Morsi, e partidários do presidente entraram em confronto nesta sexta-feira no centro do Cairo.

Pelo menos dez pessoas ficaram feridas em um dos protestos mais violentos no país desde que Morsi, um islâmico moderado, assumiu o cargo.

O protesto ocorre em meio à crescente polêmica causada pela absolvição de autoridades do governo do ex-presidente Hosni Mubarak, acusados de organizar um ataque violento contra manifestantes durante a rebelião que derrubou Mubarak em 2011.

A manifestação desta sexta-feira ocorreu na praça Tahrir e foi convocada pela Irmandade Muçulmana e exigia a renúncia do procurador-geral do Egito.

Mohammed Morsi demitiu o procurador-geral na quinta-feira, mas ele se recusa a deixar o cargo.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.