BBC navigation

Ninguém está imune às regras do Partido Comunista, diz agência chinesa

Atualizado em  28 de setembro, 2012 - 23:32 (Brasília) 02:32 GMT

Nenhum político da China está imune à disciplina imposta pelo Partido Comunista, declarou a agência noticiosa estatal do país à luz do caso Bo Xilai - político expulso da agremiação nesta sexta-feira por enfrentar acusações criminais.

Em comunicado também nesta sexta, a agência Xinhua disse que, independentemente de sua posição hierárquica, todos os políticos estão sujeitos às regras do partido.

Bo Xilai, ex-líder do partido em Chongqing, chegou a ser um dos políticos mais proeminentes da China, mas caiu em um escândalo de corrupção, após sua mulher ter admitido assassinar um empresário britânico.

Bo era cotado para ocupar cargos na cúpula do partido chinês até o início do polêmico caso de corrupção e assassinato.

A agência diz que entre as justificativas estão a violação do código de disciplina do partido, abuso de poder para interesses próprios, "enormes" subornos e relações impróprias com muitas mulheres.

O escândalo tem roubado as atenções do congresso do partido, que a partir de 8 de novembro supervisionará a troca de comando do governo chinês. Acredita-se que Xi Jinping substituirá Hu Jintao na Presidência do país.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.