Revisor do mensalão condena Costa Neto por corrupção e lavagem de dinheiro

Atualizado em  24 de setembro, 2012 - 20:07 (Brasília) 23:07 GMT

O revisor do processo do mensalão no Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Ricardo Lewandowski, condenou nesta segunda-feira o ex-deputado federal e ex-presidente do PL Valdemar Costa Neto por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

 Ricardo Lewandowski / Ag Brasil

Voto de Lewandowski sobre Roberto Jefferson é um dos momentos mais esperados do dia

Segundo Lewandowski, as provas apresentadas pelo Ministério Público demonstram que o réu recebeu recursos em razão de sua condição de parlamentar, caracterizando o crime de corrupção passiva, de acordo com a Agência Brasil.

"Jacinto Lamas, várias vezes, recebeu dinheiro e concluiu dizendo que sempre levava os valores para a residência do senhor Valdermar Costa Neto", disse o revisor, referindo-se ao depoimento do tesoureiro do PL (atual PR) à época.

Sobre ao crime de lavagem de dinheiro - cuja definição o revisor discorda do relator da ação, Joaquim Barbosa, por entender que um mesmo ato delituoso não pode condenar um réu por corrupção passiva e lavagem de dinheiro - Lewandowski ressaltou a razão de condenar o ex-deputado:

"Houve dois conjuntos de fatos (a corrução passiva e a lavagem de dinheiro). Um primeiro em que ele recebeu vantagem indevida em valor elevado por interposta pessoa e houve um segundo recebimento, pela empresa Guaranhuns, que caracterizou a lavagem de dinheiro."

Foi adiado para a próxima sessão o voto de Lewandowski sobre a participação de Roberto Jefferson, ex-deputado que é acusado de corrupção e lavagem de dinheiro.

Jefferson foi o delator do esquema de compra de votos no Congresso que ficou conhecido como mensalão. Entre as acusações analisadas estão as de crimes de corrupção ativa, corrupção passiva, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro envolvendo partidos da base aliada em 2003 e 2004, durante o governo do presidente Lula.

O julgamento será retomado na quarta-feira, 26/9, com o julgamento de Jefferson, além do relativo aos integrantes do PMDB e do PTB. Em seguida, está previsto o início do julgamento pelo relator do processo, ministro Joaquim Barbosa, do ex-presidente do PT José Genoino, o ex-tesoureiro Delúbio Soares e o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu, apontado como chefe do esquema.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.