BBC navigation

Governo dos EUA repreende CNN por divulgar diário de embaixador

Atualizado em  23 de setembro, 2012 - 19:47 (Brasília) 22:47 GMT
O embaixador dos EUA na Líbia, Christopher Stevens

Rede de TV divulgou informações contidas no diário apesar da objeção da família de Chris Stevens

O Departamento de Estado americano criticou duramente neste domingo a rede de TV CNN devido ao uso do diário do embaixador dos EUA na Líbia, Christopher Stevens, morto neste mês.

Em entrevista à BBC, o porta-voz do Departamento de Estado, Philippe Reines, disse que o comportamento da CNN foi “repugnante”, ao divulgar informações contidas no diário, apesar da objeção da família do embaixador.

A CNN encontrou o diário no consulado dos EUA na cidade de Benghazi, após o ataque que matou Stevens e três outros americanos, neste mês.

Segundo a CNN, o embaixador estava preocupado com ameaças de segurança em Benghazi.

A rede americana devolveu o diário à família de Stevens.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.