Em novo vídeo, Romney diz que palestinos ‘não querem a paz com Israel’

Atualizado em  18 de setembro, 2012 - 12:50 (Brasília) 15:50 GMT

O candidato republicano à Presidência dos Estados Unidos, Mitt Romney, é alvo de polêmica nos Estados Unidos após a divulgação de um vídeo em que tece críticas a eleitores democratas e a palestinos, que, segundo ele, "não querem a paz com Israel".

Numa primeira parte da gravação, feita sem seu consentimento, ele diz que 47% dos eleitores americanos certamente vão votar no presidente Barack Obama, e que "são dependentes do governo, acreditam que são vítimas, que o governo tem a responsabilidade de cuidar deles, que têm direito a auxílio de saúde, alimentação, habitação".

Romney diz ainda que não é seu trabalho cuidar dessas pessoas.

Em outro segmento, ele afirma que um caminho rumo à paz no Oriente Médio é impensável de ser atingido e reitera ser contrário à posição de que Israel deva fazer concessões durante as negociações.

Romney respondeu à divulgação das imagens dizendo que seus comentários não foram mostrados de forma elegante, mas que mesmo assim ele mantinha suas posições.

As declarações foram feitas em uma reunião de doadores republicanos, e o vídeo foi divulgado nesta segunda-feira pela publicação Mother Jones.

O vídeo é divulgado a menos de dois meses das eleições americanas, marcadas para 6 de novembro, e pode prejudicar a imagem de Romney, caracterizado por seus adversários como privilegiado e pouco interessado na parcela mais carente da população.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.