Potencial de consumo da classe C equivale ao PIB somado de Colômbia e Argentina

Atualizado em  8 de agosto, 2011 - 13:34 (Brasília) 16:34 GMT

O potencial de consumo da nova classe média brasileira, também chamada de classe C, é equivalente ao PIB somado de Argentina e Colômbia, as duas maiores economias da América do Sul depois do Brasil. Segundo dados do instituto Data Popular, as perspectivas são de que a classe C gaste R$ 1,03 trilhão em 2011.

Na maioria dos segmentos, a classe média é responsável pela maior fatia dos gastos, seja em serviços ou bens de consumo.

Também chama a atenção a preocupação da classe C com a educação. Para 89% dos brasileiros desse segmento de renda, a escolarização é o meio mais seguro para conseguir um futuro melhor. Em 66% dos casos, os gastos com educação dos filhos são prioridade no orçamento doméstico.

De acordo com o instituto, que reúne dados do Pnad (Pesquisa Nacional de Amostra de Domicílio, do IBGE), de uma enquete presencial e outra feita pela internet, dos 5,5 milhões de estudantes que hoje estudam em escola privada, mais da metade, ou 3,7 milhões, são oriundos da classe C.

O otimismo também é grande. Na região nordeste, que mais contribui para o crescimento da classe C, 89% esperam um futuro melhor. O menor índice é o do sul, que ainda é grande: 75% acham que dias melhores virão.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.