BBCBrasil.com
70 anos 1938-2008
Español
Português para a África
Árabe
Chinês
Russo
Inglês
Outras línguas
 
Atualizado às: 20 de janeiro, 2009 - 13h01 GMT (11h01 Brasília)
 
Envie por e-mail   Versão para impressão
Sucesso na França, livro de caixa de supermercado chega a 10 países
 
Foto de divulgação: Editora Stock/Marc Ollivier
Anna Sam trabalhou como caixa para pagar os estudos de literatura
Após virar sucesso de vendas na França, um livro escrito por uma caixa de supermercado será lançado em dez países este ano, inclusive no Brasil.

Publicado pela primeira vez em junho de 2008, Les tribulations d’une cassière (As atribulações de uma caixa, em tradução literal) é fruto dos oito anos em que Anna Sam, de 29 anos, passou trabalhando atrás de uma esteira rolante, presenciando atitudes grosseiras e ouvindo comentários indelicados de clientes.

“Chegou a um ponto que eu senti que as pessoas precisavam ser ressocializadas. Alguém tinha que fazer alguma coisa”, diz ela.

Em abril de 2007 ela resolveu tomar uma atitude e criou um blog anônimo para mostrar que quem trabalha registrando até 800 produtos por dia também tem histórias interessantes para contar.

Anna se lembra do dia em que ouviu uma mãe dizer ao filho: “Se você não estudar vai acabar trabalhando aí, atrás do balcão”, recorda.

“Isto é muito humilhante”, contou ela em uma entrevista à rádio Rennes, acrescentando ter se sentido muitas vezes como um “robô sorridente”.

“Há clientes que passaram por mim vários anos e nunca me perceberam”, diz.

O barulho do bip

Foto de divulgação: Editora Stock
Livro chegará a 10 países este ano

Mas nem todos os momentos foram ruins. Ela diz lembrar com carinho de um pai que acabara de ter um filho e não sabia que fraldas comprar para o bebê.

"Eu o ajudei a escolher as fraldas e alguns dias depois ele levou a mulher e a criança para me apresentar".

Segundos os próprios cálculos, a francesa repetia três frases mais de 200 vezes por dia: “Você tem um cartão de fidelidade? “Você pode retirar o seu cartão, por favor?” “Obrigada, tenha um bom dia”.

Os anos de caixa também lhe renderam algumas doenças ocupacionais.

"O barulho daquele bip da caixa. Eu chegava em casa e ainda ficava escutando aquilo acordada ou dormindo", diz.

Filha de um construtor civil e de uma policial, ela começou a trabalhar no supermercado em meio período para financiar a faculdade de literatura.

“Depois de me formar continuei lá porque não consegui outro trabalho”.

Em dezembro de 2007, quando o blog já tinha virado uma febre entre os franceses, Anna pediu demissão.

“Coincidentemente me demiti no mesmo dia em que um jornal local publicou uma matéria revelando minha identidade.”

Pouco tempo depois Anna estourou nas TVs e rádios francesas e recebeu propostas para transformar o blog em um livro.

A obra, lançada pela editora Stock, já vendeu mais de 100 mil cópias na França e até o fim do ano também chegará às prateleiras de Holanda, Itália, Espanha, Alemanha, Taiwan, Brasil Portugal, Israel, Suécia e Coréia do Sul.

Agora, as histórias de Anna também devem ser adaptadas para teatro e cinema.

 
 
NOTÍCIAS RELACIONADAS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 
 
Envie por e-mail   Versão para impressão
 
Tempo | Sobre a BBC | Expediente | Newsletter
 
BBC Copyright Logo ^^ Início da página
 
  Primeira Página | Ciência & Saúde | Cultura & Entretenimento | Vídeo & Áudio | Fotos | Especial | Interatividade | Aprenda inglês
 
  BBC News >> | BBC Sport >> | BBC Weather >> | BBC World Service >> | BBC Languages >>
 
  Ajuda | Fale com a gente | Notícias em 32 línguas | Privacidade