BBCBrasil.com
70 anos 1938-2008
Español
Português para a África
Árabe
Chinês
Russo
Inglês
Outras línguas
 
Atualizado às: 11 de abril, 2008 - 10h06 GMT (07h06 Brasília)
 
Envie por e-mail   Versão para impressão
Sexo, chicos e maratonas
 

 
 
Ivan Lessa
Use uma camisinha, companheiro. Não, não. Nada a ver com essa que lhe cobre o peito magro e, no meio, tem “eu”, um coraçãozinho e depois a cidade em que vive.

Dessas que os homens de bom caráter botam no caráter, pois não? Se é que têm os ouvidos e a mente afiados. Eu li no metrô, local onde se passa 80% de minha vida cultural.

Lá está, no alto da página, em inglês da Rainha Elizabeth e de Pete Doherty (ora por trás das grades): “Como o sexo pode salvar a selva das chuvas amazônicas”.

Nunca entendi essa mania dos ingleses chamarem selva tropical de rainforest. Chove pouco nas selvas tropicais.

Na amazônica então, a época da seca é lendária. Aqueles barcos todos paradões no imenso Amazonas ressequido e ressabiado…

Enfim, vamos às besteiras que eu li no tal jornal que é distribuído – também pudera – grátis.

Como que então eles berram “sexo”, para chamar a atenção de todo mundo, usam o verbo “salvar”, para acenar às poucas pessoas de bom senso, e, finalmente, guardam para o fim esse conhecido desmancha-prazeres da leitura que é a selva tropical amazônica, eles em letrinha menor, embora em negrito, dão o serviço.

“Da próxima vez em que você usar uma camisinha, você estará não só protegendo a si próprio e à sua parceira (partner, em inglês, é neutro; eu desneutralizei por conta própria) como também estará salvando a maior selva tropical do mundo.”

E explicam:

“Isso porque o Brasil começou a produzir as primeiras camisinhas feitas com látex selvagem amazônico – um estratagema (ploy) destinado a combater a Aids e preservar a floresta. O látex será extraído de árvores da reserva Chico Mendes por seringueiros que protegem suas árvores – e, assim, a selva tropical amazônica – e, ainda por cima, garantem sua sobrevivência. A reserva fica situada no Estado do Acre e ganhou o nome em homenagem ao ambientalista, sindicalista e seringueiro Chico Mendes, assassinado pelos donos de terra locais.”

Aí, tenho a impressão de que houve um “pastel”. O Brasil tem mais de 20 Estados, nenhum deles no entanto se chama “Acre”. O jornal gratuito deve ter confundido com Amazonas ou Pará.

De qualquer forma, num futuro mais próximo do que se pensava, não serão os homens aqueles a perguntar para a parceira, antes do ato sexual:

- Você está de chico?

Não, não. A coisa toda muda de figura e teremos mais uma vitória do feminismo no século 21. Chegará a vez das damas, antes do ato sexual, perguntarem aos parceiros:

- Você está de Chico?

Com maiúsculas, com maiúsculas!

***

Domingo foi/é dia de Maratona aqui em Londres. Aquela correria toda. 26,2 milhas. 40 quilômetros.

Nem na televisão é interessante. Só é divertido quando as pessoas caem no chão. Seja por tropeção ou cansaço.

Todas as cidades do mundo que se prezam fazem realizar a sua Maratona anual. Menos Bucareste, na Iugoslávia. Ou na Romênia. Uma bobagem assim.

O objetivo da vida não é correr. O objetivo da vida é ficar sentado o máximo de tempo que for possível. No máximo, ir até a esquina comprar o jornal e mantimentos (pipoca, refrigerantes, presuntada, biscoitos).

Nunca ir até a esquina correndo. Pode constituir perigo para os passantes e para você mesmo.

Com o coração, depois de uma certa idade, não se brinca.

Em todo caso, mesmo acompanhado pela televisão (é domingo de manhã, não há blicas a fazer), cansa por tabela. Eis alguns conselhos para melhor maratonarem aqueles que pretendem se maratonar:

* Cuidado com a desidratação. O corpo humano pode perder até 2% de suas águas de abril só de ficar vendo os tolos botando os bofes para fora, em trajes ridículos, por ruas e avenidas de Londres, muitas de péssima reputação. As contrações musculares causadas pelo exercício do controle remoto da TV podem provocar inchações (microtraumas) nas partes mais tenras do corpo. Tenha paciência. Passa.

* Pouco antes de gente começar a cruzar a linha de chegada, faça um lanche. Sanduíche de pernil ou misto quente não pegariam mal. O corpo pede algo com muito hidrato de carbono e pouca proteína. Beba pouco, mas beba. Refrigerantes não gasosos, é claro. Se você for alcoólatra, não fique em casa. Tire a roupa toda, fique de cueca e comece a correr até que venha, também correndo, um guarda. Dispute com ele. Depois discuta. Os músculos cerebrais não devem ser esquecidos. O alcoolismo é um bom lembrete.

* Use roupas bem justas e sensuais. É uma delícia. Mesmo, e principalmente, sozinho em casa, nessa canalha dessa manhã de domingo.

* Nada de banhos quentes. Ou frios. De chuveiro ou banheira. Você não suou, né mesmo? Tomou banho na quarta-feira de manhã, ficou todo cheiroso – e então? Que mais que você quer?

* Tome pílulas. Quaisquer pílulas. Antinflamatórios ajudariam a superar as dores. Eu não falei? Vêm dores aí, meus bonecos. Arnica, esteróides, qualquer coisa. O ritual da bolinha é que conta. Eu gostava de Mandrix. Mas Pervitin também quebrava o galho. Com umas birinaites pra mandar pra cuca.

* Agora, descanse. Há uns caras, coitados, que vão completar o percurso maratônico-fontoura em mais de 8 ou 9 horas. Não há saco que aguente. Deite-se. Procure dormir um pouco. É domingo, pôxa.

 
 
Arquivo - Ivan
Leia as colunas anteriores escritas por Ivan Lessa.
 
 
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Justiça: ligeiras e pesadas
09 abril, 2008 | BBC Report
Notas de segunda
07 abril, 2008 | BBC Report
É fogo
04 abril, 2008 | BBC Report
Adeus, cartão-postal!
02 abril, 2008 | BBC Report
Primavera: custou mas veio
31 março, 2008 | BBC Report
O cometa Carla
28 março, 2008 | BBC Report
A louca corrida das palavras
26 março, 2008 | BBC Report
Seduzidos e acamados
24 março, 2008 | BBC Report
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 
 
Envie por e-mail   Versão para impressão
 
Tempo | Sobre a BBC | Expediente | Newsletter
 
BBC Copyright Logo ^^ Início da página
 
  Primeira Página | Ciência & Saúde | Cultura & Entretenimento | Vídeo & Áudio | Fotos | Especial | Interatividade | Aprenda inglês
 
  BBC News >> | BBC Sport >> | BBC Weather >> | BBC World Service >> | BBC Languages >>
 
  Ajuda | Fale com a gente | Notícias em 32 línguas | Privacidade