BBC Online Network Fale com a gente

O Mundo Hoje
Especial
BBC e Você
Ivan Lessa
Sobre a BBC
Aprenda inglês

BBC Rádio
Programação
De Olho no Mundo
Como sintonizar

 

 

 

 

 

 

 

 

 

22 de abril, 2000 Publicado às 18h20 GMT

Protestos marcam festa dos 500 anos
5.000 policiais participam da operação

 

O presidente do Conselho do Movimemento Indigenista Missionário, o bispo do Maranhão Dom Franco, disse à BBC que a marcha de índios e representantes de movimentos de sem-terra, negros, sindicalistas e parlamentares hoje em Coroa Vermelha, no sul da Bahia, foi "pacífica e em nenhum momento provocou a polícia militar da Bahia", que interveio na manifestação.

Segundo Dom Franco, é também injustificada a afirmação da polícia que desavenças entre representantes dos diversos grupos presentes na marcha teriam iniciado um conflito que levou á intervenção do batalhão de choque da polícia militar.

A passeata que contou com cerca de 3 mil pessoas, segundo o correspondente da BBC, saiu às 11h15 de Coroa Vermelha em direção a Porto Seguro, onde ocorria o encontro dos presidentes do Brasil, Fernando Henrique Cardoso, e de Portugal, Jorge Sampaio, em encontro oficiao das comemorações dos 500 anos de descobrimento do Brasil.

Segundo o correspondente da BBC, Ian Bruce, as primeiras fileiras da marcha eram formadas apenas por índios, que não provocaram a tropa da polícia militar.

Segundo Ian Bruce, os índios que ocupavam a primeira fila da marcha pararam ao avistar o bloqueio composto por homens da polícia militar.

"A marcha parou a cem metros do bloqueio", disse o correspondente. "Os policiais então avançaram sobre os manifestantes, atirando bombas de gás lacrimogêneo e de efeito moral e dispersando a manifestação em poucos minutos".

Segundo o correspondente da BBC, entre 30 e 35 manifestantes tiveram ferimentos leves, como pequenos cortes nas pernas.

 

 

A Polícia Militar da Bahia lançou gás lacrimogêneo e prendeu pelo menos 30 manifestantes que protestavam contra a comemoração dos 500 anos do descobrimento do Brasil.

Milhares de sem-terra e indígenas afirmam que foram a Porto Seguro para mostrar que a data não é motivo de comemoração.

O presidente Fernando Henrique Cardoso já chegou à cidade para assinar um tratado de amizade com o presidente português, Jorge Sampaio.

Índios protestam contra "invasão"

O encontro dos presidentes deve marcar o auge das comemorações.

A polícia tinha ordens para impedir que os manifestantes entrassem em Porto Seguro, mas um grupo de sem-terra conseguiu burlar as barreiras da polícia chegando em carros.

O programa oficial das comemorações só foi divulgado há algumas horas, para evitar os protestos.

O presidente Fernando Henrique Cardoso acabou cancelando uma viagem à aldeia indígena de Coroa Vermelha, junto a Porto Seguro, por causa das manifestações.

Portugal

Os portugueses estão fazendo uma comemoração tímida dos 500 anos do descobrimento.

As bandeiras de Portugal e do Brasil foram hasteadas ao som dos hinos nacionais no local em que ocorreu a Expo 98, escolhido como centro das comemorações em Portugal.

As comemorações oficiais começaram no dia 8 de março com os presidentes dos dois países lançando uma expedição para refazer o caminho de Cabral.

 

 


Leia também

13 Junho 2000
Assad é enterrado em mausoléu do norte da Síria

13 Junho 2000
Síria pára no funeral de Hafez al-Assad

13 Junho 2000
Favorita, Espanha perde para Noruega

13 Junho 2000
Épico entre Iugoslávia e Eslovênia acaba 3 a 3

13 Junho 2000
Itália perdoa o homem que tentou matar o papa

13 Junho 2000
Gravadoras pedem fechamento do Napster

13 Junho 2000
Combate ao crime cibernético afugenta empresas

13 Junho 2000
Plano obriga hospitais a denunciar erro médico

13 Junho 2000
Segredos nucleares desaparecem nos EUA

13 Junho 2000
Tanques de guerra: 100 anos em imagens

13 Junho 2000
Descoberta na Espanha caverna de cristal gigante

13 Junho 2000
Aperto de mãos histórico na Coréia

13 Junho 2000
Empresa que criou Lara Croft gera prejuízo milionário

13 Junho 2000
Em comentário esportivo, Noel faz novo ataque ao irmão

    Para cima    
© BBC World Service
Bush House, Strand, London WC2B 4PH, UK.
Notícias e áudio em 43 línguas