BBCBrasil.com
70 anos 1938-2008
Español
Português para a África
Árabe
Chinês
Russo
Inglês
Outras línguas
 
Atualizado às: 22 de outubro, 2005 - 22h51 GMT (19h51 Brasília)
 
Envie por e-mail Versão para impressão
Igreja volta a rejeitar fim do celibato
 
Bispos
Bispos disseram que celibato é "presente sem preço"
Bispos católicos reunidos no Vaticano reafirmaram o princípio do celibato entre os padres.

Os 250 bispos reunidos no sínodo disseram que a igreja está sofrendo com a escassez de padres, mas que permitir o casamento não é a resposta.

"A falta de padres para celebrar a eucaristia de domingo nos preocupa muito e nos convida a rezar e promover vocações mais ativamente", disseram os bispos, em declaração oficial.

Um bispo de Honduras deu o exemplo de sua diocese, onde há apenas um padre para cada 16 mil católicos.

Opcional

Alguns católicos mais liberais vêm sugerindo que a solução para o problema é tornar o celibato opcional.

Mas a declaração dos bispos chamou o celibato de um "presente sem preço".

O cardeal George Pell, da Austrália, disse em uma coletiva de imprensa que o voto foi uma "enorme reafirmação" da regra do celibato na igreja.

Os bispos também pediram que legisladores protejam o casamento e a família, e proíbam o aborto e a eutanásia.

O sínodo, que durou três semanas, foi o primeiro desde a eleição do Papa Bento 16.

O encontro terminou com 50 propostas, que poderão ser futuramente usadas pelo Papa em um documento.

 
 
NOTÍCIAS RELACIONADAS
 
 
LINKS EXTERNOS
 
A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo dos links externos indicados.
 
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 
 
Envie por e-mail Versão para impressão
 
Tempo | Sobre a BBC | Expediente | Newsletter
 
BBC Copyright Logo ^^ Início da página
 
  Primeira Página | Ciência & Saúde | Cultura & Entretenimento | Vídeo & Áudio | Fotos | Especial | Interatividade | Aprenda inglês
 
  BBC News >> | BBC Sport >> | BBC Weather >> | BBC World Service >> | BBC Languages >>
 
  Ajuda | Fale com a gente | Notícias em 32 línguas | Privacidade