Japonesa faz sucesso com versões desconhecidas no exterior de músicas brasileiras

  • 24 agosto 2014
(Foto: Divulgação)
Tsubasa Imamura finalizou trabalho totalmente voltado para público brasileiro

Música brasileira no Japão é praticamente sinônimo de bossa nova e de samba. Mas a jovem cantora Tsubasa Imamura vem conquistando cada vez mais fãs com um repertório bem eclético e praticamente desconhecido do público estrangeiro em geral, como Maluco Beleza, de Raul Seixas, e Pra Ser Sincero, do grupo Engenheiros do Hawaii.

A conta no Youtube (www.youtube.com/user/cantoratsubasa), criada há um ano e meio, tem cerca de 30 mil seguidores, mas alguns vídeos chegam a ter 400 mil visualizações, como o caso do cover de Pais e Filhos, da banda Legião Urbana.

De olho num mercado pouco explorado por artistas japoneses no Brasil, a artista conta que a escolha das músicas não é aleatória.

"A juventude brasileira está deixando de lado a boa MPB e o rock nacional que conduziram, com melodias simples e letras ousadas, uma geração inteira de jovens nos anos 80 e 90. Eu gostaria de contribuir, para que, de alguma forma, esse sentimento fosse resgatado", explicou Tsubasa à BBC Brasil.

Para dialogar com esse público, a cantora apresenta também o programa I Love Japan, no qual mostra curiosidades sobre o Japão.

Os 21 episódios, divididos em três temporadas, ajudam a alavancar a audiência do canal. Mas o sucesso vem mesmo das versões de músicas brasileiras.

"Eu ouço muita música brasileira. Então escolho as que acho que combinam comigo", contou.

O diferencial do trabalho de Tsubasa é a versão em japonês de alguns trechos das músicas. O sotaque, ainda carregado, é outro charme.

"Posso ver nos olhos das pessoas o quanto elas admiram um trabalho, quando se tem um conceito e a internet facilita muito esse intercâmbio. Faz com que eu possa conversar com meu fã brasileiro, mesmo estando do outro lado do mundo", comentou a cantora.

Carreira precoce

Tsubasa começou cedo a carreira. Quando tinha 13 anos, ganhou um violão do pai e começou a ensaiar os primeiros acordes. "Logo percebi que minha vontade era compor minhas próprias músicas e resolvi participar de um concurso nacional da gravadora Sony", lembrou.

Para surpresa da própria cantora, ela ficou em primeiro lugar na categoria composição.

Ela conta que as referências musicais vêm do pop japonês, conhecido como J-pop, e da música ocidental como um todo. "Ouço muitos cantores americanos e alemães, além é claro, dos músicos e das bandas brasileiras."

Tsubasa já gravou dois álbuns solo, lançados em 2009 e 2012, além de um disco de regravações de músicas pop japonesas, em 2010, e um DVD lançado em 2011.

Este ano, ela finalizou o primeiro trabalho totalmente voltado ao público brasileiro. Por Você vem num formato de revista pôster e o CD traz três músicas exclusivas para o Brasil.

O produtor musical da cantora, o brasileiro Robert Regonati, conta que muitos fãs pedem um álbum com as regravações que fazem sucesso na internet.

Foto: Divulgação
Tsubasa Imamura escolheu cantar músicas de Raul Seixas e Legião Urbana (Foto: Divulgação)

Mas por serem versões com mudanças na letra das músicas, o processo para conseguir aprovação de todos os artistas é bem mais complicado.

"Esse CD está nos nossos planos, mas não neste momento", contou Regonati.

Brasil

Desde 2009, Tsubasa viaja duas ou três vezes ao Brasil todo ano, onde faz shows e pesquisa material para os próximos trabalhos. "Estamos planejando muitas surpresas para 2014 e 2015", falou a cantora.

Mas, e o Japão? "Sinceramente, estou sem tempo para qualquer ação aqui. Atendo as pessoas que sempre nos apoiaram, mas a minha cabeça e coração estão voltados para o Brasil."

Por isto, a japonesa intensificou os estudos de português.

"Tenho aulas todos os dias praticamente, pois quero me comunicar abertamente com meus fãs e retribuir todo o carinho que sempre recebo quando vou ao Brasil", disse.