BBC navigation

Partido de cômico italiano cria 'tribunal popular' na web

Atualizado em  22 de maio, 2014 - 15:31 (Brasília) 18:31 GMT
Beppe Grillo | Foto: AP

Comediante criou partido radical de oposição, que insulta políticos

Em plena campanha para as eleições europeias na Itália, já considerada bastante agressiva, o partido do comediante Beppe Grillo diz que vai criar "tribunais populares" na internet para julgar políticos, jornalistas e empresários.

"Vamos levar a julgamento na web todos aqueles que contribuíram para a destruição do nosso país; os cidadãos italianos serão o júri e poderão votar na sentença", disse Grillo, que fundou o partido Movimento 5 Stelle (Movimento 5 Estrelas, M5S) e é uma das figuras mais polêmicas da política local.

Segundo ele, jornalistas, políticos e empresários serão acusados e julgados em tribunais populares virtuais. Entre os "réus" estariam personalidades conhecidas, como os ex-primeiros-ministros Silvio Berlusconi e Mario Monti, o atual presidente italiano Giorgio Napolitano e também apresentadores de programas jornalísticos populares da TV italiana.

Para os "condenados" Grillo promete criar prisões virtuais. "A cela de Berlusconi vai ser como a do mafioso Al Capone em Alcatraz", disse. Ele apresentou a ideia em seu blog, mostrando uma maquete do Castelo de Lerici, perto de Genova, com fotos de pessoas "aprisionadas".

A ideia pode parecer brincadeira, mas foi levada a sério pelos adversários políticos de esquerda e direita e esquentou os ânimos da campanha eleitoral, já tensa por causa de duras acusações mútuas entre os partidos. "Grillo é um perigo para a democracia italiana", disse Silvio Berlusconi, hoje chefe do partido de oposição Forza Italia.

"O líder do M5S não diz nada de positivo, só insulta. Está na hora de os italianos darem seu voto a quem constrói e não a quem destrói", declarou o ex-premiê Enrico Letta, do Partido Democrático. O PD está no poder, em um governo de coalizão com o partido Nova Centro-Direita (NCD).

O presidente da Ordem dos Jornalistas, Enzo Iacopino, ficou indignado e chegou a comparar Grillo com o líder soviético Josef Stálin, dizendo que "nem o autor dos trágicos expurgos celebrava processos desse tipo". O jornal Il Tempo comentou que Grillo "faz política como Robespierre", em uma alusão a um dos principais atores da Revolução Francesa, que condenou opositores políticos à morte pela guilhotina.

Polêmico

Beppe Grillo é um mestre da controvérsia, com a qual desperta atenção para o Movimento 5 Estrelas e o posiciona como partido de protesto. O M5S arrebatou quase 25% dos votos nas últimas eleições italianas, mas se negou terminantemente a cooperar com outros partidos.

Grillo já tinha provocado a indignação da imprensa e dos adversários políticos ao usar uma imagem modificada da entrada do campo de concentração de Auschwitz em seu blog e dizer que queria dissecar vivo o cachorro de Berlusconi. Ele também pediu o impeachment do respeitado presidente Giorgio Napolitano.

Sua estratégia convence uma grande parte do eleitorado e atrai pessoas desiludidas com os partidos políticos tradicionais. Segundo as últimas pesquisas de opinião, o Movimento 5 Estrelas poderá ser o segundo mais partido votado da Itália nas eleições europeias, atrás do Partido Democratico do premiê Matteo Renzi.

De acordo com uma pesquisa da televisão italiana RAI, o M5S teria atualmente 22% das intenções de voto – menos que os 34% do PD, mas ainda acima dos 19% computados para a Forza Italia de Berlusconi.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.