Refugiados somalis mandam cartas de esperança a crianças sírias

  • 18 abril 2014
Carta para crianças sírias
Campo de Dadaab, no Quênia, abriga cerca de 400 mil refugiados

Jovens somalis que vivem no maior campo de refugiados do Quênia, no leste da África, enviaram cartas de encorajamento para refugiados sírios que deixaram seu país por causa da violência.

Os somalis residem no campo de Dadaab, no nordeste do Quênia, que abriga cerca de 400 mil refugiados que deixaram seu país nos últimos 23 anos devido a conflitos, secas e fome.

A Care International, a agência de humanitária que fornece serviços básicos no campo, organizou um projeto de correspondências e entregou cartas manuscritas para crianças sírias baseadas no Centro de Assistência para Refugiados em Amman, na Jordânia.

As correspondências levaram mensagens de solidariedade, encorajamento e conselhos dos somalis para seus "caros irmãos e irmãs".

Muitos ressaltaram a importância de se dedicar aos estudos durante o período de residência nos campos de refugiados.

Veja a tradução das mensagens e clique na foto para ver a reprodução das cartas.

"Eu sou uma refugiada como você"

Para: as crianças da Síria em campos de refugiados na Jordânia

Carta de encorajamento

Estou muito feliz por enviar esta folha que carrega encorajamento, para dizer que sou uma refugiada como você. Vivo no chifre da África, leste da África, especificamente no Quênia. Não sou de nacionalidade queniana, mas sim uma garota somali vivendo no campo de refugiados de Dadaab e nos últimos 23 anos consecutivos existe uma guerra civil no meu país. Estou realmente te encorajando a não perder a esperança, você conseguirá paz e estabilidade.

Eu sou agora uma aluna em uma escola, em uma escola cujo nome está escrito acima, e estou na sexta série. Eu estou te incentivando, no meu caso estou indo à escola para aprender. No futuro você poderá contribuir com o seu país, você conseguirá a paz e não precisará mais ser uma refugiada como é agora. Nós sabemos que a Síria é um dos países mais ricos da Ásia, como nós vimos na mídia e na televisão.

Pessoalmente, quando terminar meus estudos quero retribuir ao meu país, estou 100% convencida de que se você praticar o aprendizado e estudar você se destacará no final. Por último, e não menos importante estou lhe dizendo para não perder a esperança porque é refugiada há apenas três anos, o que você pensa de pessoas que estão refugiadas por duas décadas? Assim, você não está só, nós estamos com você, não perca a esperança, como diz um provérbio inglês “trabalho duro nunca fica sem recompensa”, que significa que se você trabalhar duro se destacará.

Hibo Mahamed Dubow

"Sejam as estrelas e os novos presidentes"

Escola Primária Juba

Para: Crianças da Síria

Nossos irmãos da Síria, não percam a esperança, estamos com vocês rezando. Nossos amados irmãos e irmãs trabalhem bem nas escolas, sejam estrelas e sejam os novos presidentes da Síria.

Paz

Nós estamos rezando pela paz

Dahir Mohamed

"Nos sentimos da mesma forma"

Para: Refugiados sírios na Jordânia

Assunto: Apoio e esperança para refugiados

Primeiro, um agradecimento especial às agências que cuidam dos refugiados. Segundo, espero que seu país tenha paz e fique bem.

Nós também somos como vocês. Sabemos que a vida não é fácil mas, de qualquer forma, esperamos que o país de vocês tenha paz e estamos orando por vocês.

Que Deus lhes dê uma vida melhor e que, com a ajuda de Deus, vocês tenham paz em seu país o mais rápido possível, porque nós nos sentimos como vocês, então não percam as esperanças e se preocupem menos com isso.

Tentem começar uma nova vida que seja bem melhor que a de antes. Desejo paz para a Síria. A paz sempre é melhor.

“Eu desejo que a Síria tenha paz”.

Abshir Hussein

Crianças sírias recebem as cartas

Cada uma das crianças sírias recebeu a carta acompanha da foto de seu autor. Segundo a Care International, eles agora estão escrevendo mensagens de resposta.

Crianças sírias agora responde as cartas de refugiados somalis

Notícias relacionadas