BBC navigation

Crianças ficaram trancadas ‘desde que nasceram’ em apartamento de Paris

Atualizado em  21 de março, 2014 - 22:19 (Brasília) 01:19 GMT
Edifício onde crianças foram encontradas na França (foto: AFP)

Crianças eram mantidas em apartamento sem frequentar a escola ou ir a médicos

Autoridades francesas estão investigando um casal indiano por suspeita de negligência depois que três de seus filhos pequenos foram encontrados vivendo em péssimas condições no apartamento da família.

A investigação começou quando a mulher demonstrou uma atitude indiferente em relação ao nascimento de sua bebê no Ano Novo. O comportamento e o fato e que ela não tinha passado pela gravidêz sem acompanhamento médico despertou suspeitas em uma equipe médica.

Membros do serviço social forma enviados ao local e encontraram três irmãos da criança – de dois, cinco e seis anos de idade – vivendo em um apartamento em um subúrbio ao norte de Paris.

Autoridades suspeitam que os meninos nunca tenham saído do local durante toda a vida.

Os dois mais velhos tinham problemas de desenvolvimento, não conseguiam falar corretamente e apresentavam dificuldade para andar e subnutrição.

Eles tinham camas com colchões simples, alguns brinquedos e nenhuma mobília, segundo afirmou uma fonte da Justiça para o jornal Liberation.

As crianças foram retiradas da família em fevereiro por autoridades locais.

O pai, de 33 anos, e a mãe, de 27, estão sob custódia da polícia enquanto são investigados pelas suspeita de privar seus filhos de cuidados – uma acusação que pode render sentença de sete anos de prisão e 100 mil euros de multa.

Crianças chorando

A notícia sobre o encontro das crianças veio a público somente nesta semana.

Aparentemente nenhum dos meninos frequentava a escola ou recebia vacinas e cuidados médicos.

O casal não trabalhava, mas receberia subsídios para sustentar as crianças, segundo o Liberation.

A família viveria há seis anos no sétimo andar de um prédio no distrito pobre de La Courneuve, em Seine-Saint-Denis, na preriferia de Paris.

Vizinhos afirmaram nunca ter visto os meninos mais velhos.

Pais adotivos estão agora cuidando das crianças mais jovens. Os mais velhos estão recebendo atenção de especialistas.

“Às vezes, quando estava saindo para o trabalho, eu via os pais, mas nunca vi as crianças”, disse um vizinho anônimo ao Liberation”.

“Eu ouvia algum barulho, às vezes crianças chorando, isso era tudo”.

Leia mais sobre esse assunto

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.