BBC navigation

Chefs franceses declaram guerra a 'fotógrafos de pratos'

Atualizado em  15 de fevereiro, 2014 - 13:23 (Brasília) 15:23 GMT
Prato francês | Crédito: AP

Para dono de restaurante, clientes que registram imagens de suas criações estão 'roubando' sua propriedade intelectual

Dois estrelados chefs franceses declararam guerra a clientes que registraram fotos de seus pratos.

Gilles Goujon, dono do restaurante L’Auberge du vieux puits, em Fontjoncouse, no sul da França, que tem três estrelas no Guia Michelin, é um dos maiores críticos dos fotógrafos 'amadores'.

Segundo ele, todas as vezes que alguém tira uma foto de suas criações e posta a imagem nas redes sociais, "acabam a surpresa e um pouco da minha propriedade intelectual", disse Goujon ao site de notícias France TV Info.

Outro chef de renome, Alexandre Gauthier, do restaurante La Grenouillère, em Madelaine-sous-Montreil, no norte da França, foi além e decidiu incluir um aviso no menu proibindo câmeras fotográficas – embora a fotografia não é totalmente banida no local.

Gauthier lamenta o fato de que os clientes tiram mais fotos da comida do que dos comensais em si. "Antes, as fotos eram da família, da avó, e agora tiramos fotos da comida. Até tuitá-la, curti-la, responder aos comentários, o prato já está frio", sentenciou.

Mas nem todos os estabelecimentos gastronômicos têm a mesma visão – alguns restaurantes na França decidiram oferecer cursos de fotografia para pôr fim ao que alguns chefs consideram o 'mal do século'.

Leia mais sobre esse assunto

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.