BBC navigation

Cristiano Ronaldo quebra hegemonia de Messi e é o melhor do mundo pela 2ª vez

Atualizado em  13 de janeiro, 2014 - 19:14 (Brasília) 21:14 GMT
Cristiano Ronaldo recebe a Bola de Ouro 2013 / Crédito da Foto_ Reuters

Ronaldo desbanca Messi e Ribéry e conquista prêmio Bola de Ouro de 2013

O atacante do Real Madrid e da seleção portuguesa Cristiano Ronaldo quebrou a hegemonia de quatro anos do rival argentino Lionel Messi e conquistou o prêmio Bola de Ouro de melhor jogador do mundo em 2013.

A premiação aconteceu em Zurique nesta segunda-feira. O português havia conquistado o troféu em 2008. Nos anos seguintes, porém, mesmo estando entre os finalistas a maioria das vezes, havia perdido a premiação para Messi, craque do Barcelona.

Ao ser escolhido para ficar com o troféu, o jogador do Real Madrid chorou.

"Primeiramente, tenho que dizer obrigado para todos os meus companheiros no Real Madrid e na seleção portuguesa. Sem os esforços deles, isso não seria possível. Queria agradecer à milha família também", discursou. "Todos sabem o quão difícil foi conquistar esse prêmio. Estou muito feliz."

Grande rival de Ronaldo em campo, Messi ficou sem o prêmio após quatro anos consecutivos conquistando a Bola de Ouro – desde 2009. O argentino sofreu com as lesões no ano passado e desfalcou o Barcelona em momentos importantes na temporada europeia.

Cristiano Ronaldo se emociona ao receber prêmio de melhor do mundo / Crédito da Foto: AFP

Cristiano Ronaldo vence prêmio de melhor jogador do mundo pela segunda vez

Já o atacante francês Franck Ribéry, também finalista, foi o grande vitorioso de 2013. O atacante do Bayern de Munique conquistou a tríplice coroa (Campeonato Alemão, Copa da Alemanha e Liga dos Campeões da Europa) pelo seu clube e foi o principal destaque da equipe bávara no ano passado.

Mas, mesmo sem ter conquistado nenhum título importante em 2013 – levantou apenas a taça da Supercopa da Espanha -, Cristiano Ronaldo desbancou os dois rivais e ficou com o prêmio após uma temporada marcante no futebol europeu.

O português fez 66 gols nos 56 jogos que disputou e foi decisivo para a classificação de Portugal à Copa do Mundo, marcando todos os gols dos dois jogos na repescagem contra a Suécia, do craque Zlatan Ibrahimovic.

Assim, Cristiano Ronaldo foi o mais votado pelos 184 técnicos e 184 capitães de seleções e pelos 173 representantes da mídia do futebol mundial. Com 27,99% dos votos, o português levou a melhor sobre Messi (24,72%) e Ribéry (23,36%).

Homenagem a Pelé

Pelé chora ao receber prêmio Bola de Ouro pela primeira vez / Crédito da Foto: AP

Pelé se emociona ao receber prêmio e diz: "Agora minha sala de troféus ficará completa"

Considerado o melhor jogador de todos os tempos, Pelé nunca havia recebido um prêmio Bola de Ouro em sua carreira. Isso porque, na época em que jogava, a premiação era apenas para jogadores que atuavam na Europa.

Na entrega do prêmio de 2013, porém, a Fifa e a revista France Football homenagearam o ex-jogador brasileiro com um troféu da Bola de Ouro para "corrigir esse erro histórico".

Único atleta a conquistar três Copas do Mundo na carreira, Pelé disse que jogou "quase 30 anos, mais de 20 anos pelo Santos e pelo New York Cosmos depois".

"Eu ficava com ciúmes, todo mundo recebe a Bola de Ouro, menos eu", admitiu o ex-jogador, com lágrimas nos olhos. "Na época, eu não jogava na Europa, o prêmio não era concedido a jogadores sul-americanos. Mas agora agradeço a Deus por ter minha sala de troféus completa."

Prêmio Puskas

O Brasil tinha Neymar como representante entre os finalistas do prêmio Puskas 2013 (gol mais bonito do ano). Mas o atacante do Barcelona, que chegou pela quarta vez à final, acabou perdendo o troféu para o sueco Ibrahimovic.

Neymar competia com o gol que marcou pela seleção brasileira contra o Japão na abertura da Copa das Confederações. O brasileiro já havia levado o prêmio Puskas em 2011, pelo gol que fez pelo Santos no Campeonato Brasileiro daquele ano contra o Flamengo, na vitória santista por 4 a 3.

Mas Ibrahimovic acabou levantando o troféu de 2013 pelo gol que marcou em novembro de 2012, em um amistoso contra a Inglaterra. A Suécia venceu os ingleses naquele dia com direito a um golaço do atacante – uma bicicleta de fora da área.

Melhor jogadora do mundo

A brasileira Marta ficou mais uma vez entre as finalistas da Bola de Ouro para melhor jogadora do mundo, mas não conseguiu levantar o troféu pela sexta vez. A goleira alemã Nadine Angerer ficou com o prêmio.

Marta foi considerada a melhor do mundo nos anos de 2006, 2007, 2008, 2009 e 2010 e sempre é lembrada entre as finalistas do prêmio. Ao lado dela, a americana Abby Wambach também estava na disputa e foi a segunda mais votada, atrás da alemã.

Leia mais sobre esse assunto

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.