Fifa refuta Valcke e nega decisão sobre data da Copa do Catar

  • 8 janeiro 2014
Maquete do estádio Al-Shamal, que será usado na Copa de 2022 no Catar. Foto: Getty
A escolha do Catar para sediar a Copa do Mundo causou polêmcia por causa do calor no país

A Fifa (Federação Internacional de Futebol) negou nesta quarta-feira em um comunicado oficial que tenha sido tomada qualquer decisão sobre a data da Copa de 2022, no Catar.

A organização dessa forma refutou uma declaração feita pelo próprio secretário-geral da entidade, Jeróme Valcke, que havia afirmado horas antes à Radio France que "as datas para a Copa do Mundo (no Catar) não serão junho e julho. Para ser sincero, eu acho que acontecerá entre 15 de novembro e 15 de janeiro, no limite."

Tradicionalmente, as Copas do Mundo são realizadas entre junho e julho, em meses de calor no hemisfério norte. Entretanto, desde que Catar foi escolhido para sediar o Mundial, surgiu o temor que o calor do país, que é em boa parte um deserto, possa ser um problema para os atletas.

"A data do evento está sendo definida, já que envolve diversas entidades, como as Confederações da Fifa, associações membras, ligas, clubes e jogadores, assim como os parceiros comerciais da entidade", dizia o comunicado.

"Essa decisão não será tomada com pressa, pois é necessário considerar todos os elementos relevantes para tomar a decisão. Nada será oficializado antes da Copa do Mundo de 2014, no Brasil, como foi definido pelo Comitê Executivo da Fifa."

O comunicado diz que Jérôme Valcke estava apenas expressando o seu ponto de vista ao falar à Radio France e reiterou que nenhuma decisão foi tomada até agora.

Outras competições

O presidente da Fifa, Joseph Blatter, também já havia mencionado que a Copa no Catar poderia ocorrer entre novembro e janeiro.

O Catar foi escolhido como sede da Copa do Mundo de 2022 em 2010 em uma decisão considerada polêmica no mundo do futebol. Nos períodos de junho e julho, as temperaturas no país podem superar os 50°C.

A alteração de data do Mundial, porém, também é polêmica, porque caso o torneio seja realizado entre novembro e janeiro de 2022, outros torneios poderiam ser afetados.

As principais competições do futebol europeu acontecem nesses meses, e a Copa Africana de Nações, por exemplo, está marcada para começar em 23 de janeiro.

Além disso, as emissoras americanas que tradicionalmente transmitem a Copa do Mundo também teriam que se adaptar a uma nova realidade, já que as principais competições esportivas dos Estados Unidos acontecem nesses meses – a NFL (Liga de futebol americano) e NBA (liga de basquete norte-americano).

Até hoje, nenhuma das 19 edições da Copa do Mundo aconteceu fora do período de maio, junho ou julho.