Estudo alerta para falta de objetivo de vida entre jovens britânicos

  • 2 janeiro 2014
jovem sentada aparentando estar deprimida
Um terço dos desempregados há seis meses já pensou em suicídio

Cerca de 750 mil jovens britânicos não têm objetivo na vida, afirma um estudo realizado pela fundação Prince's Trust.

Segundo a instituição, que ouviu mais de dois mil jovens com idades entre 16 e 25 anos, 25% dos entrevistados afirmaram não estar trabalhando nem estudando.

Deste total, um terço está sem emprego há pelo menos seis meses. E, entre estes, um em cada três já pensou em suicídio.

O levantamento aponta que 9% dos entrevistados concordaram com a frase: "Eu não tenho objetivo na vida". Diante disto, deduz que, se 9% de todos os jovens britânicos se sentem da mesma forma, esse montante seria de 751.230 pessoas.

Entre os entrevistados enquadrados na categoria dos "sem emprego, estudo ou formação", o percentual dos que disseram não ter objetivo na vida subiu para 21%.

Depressão

O estudo ainda diz que jovens desempregados por muito tempo têm duas vezes mais chance de serem diagnosticados com depressão.

Neste grupo, um em três (32%) contemplou o suicídio e quase um quarto (24%) já se autoimolou.

Segundo o relatório, 40% dos jovens desempregados já apresentaram sintomas de transtornos psicológicos e psiquiátricos, incluindo pensamentos suicidas, falta de amor próprio e ataques de pânico, como resultado direto do desemprego.

Martina Milburn, diretora da Prince's Trust, disse que o desemprego está causando problemas mentais duradouros e devastadores para os jovens e pediu ações urgentes do governo.

"Milhares acordam todos os dias achando que não vale a pena viver", acrescentando que mais de 440 mil jovens estão enfrentando longos períodos de desemprego.

"Estes jovens precisam de nossa ajuda urgentemente", acrescentou Milburn.

Lado do governo

Um porta-voz do Ministério do Trabalho e Pensões comentou que o governo está fazendo o possível para ajudar os jovens a encontrar trabalho e que a taxa de desemprego nesta fatia da população vem diminuindo.

Dados divulgados no mês passado pelo Escritório Nacional de Estatísticas britânico mostram que o desemprego no país caiu para o nível mais baixo desde 2009, com menos 99 mil desempregados no penúltimo trimestre de 2013.

O total de pessoas sem trabalho na Grã-Bretanha é de 2,39 milhões.

A Prince's Trust foi criada pelo príncipe Charles – primeiro na sucessão ao trono britânico - em 1976 para ajudar jovens desfavorecidos.

A instituição apoia pessoas entre 13 e 30 anos que estão desempregados ou enfrentando dificuldades escolares.

Notícias relacionadas