Cinco passos para reduzir o consumo de álcool nas festas de fim de ano

  • 24 dezembro 2013
Bebidas alcóolicas | Crédito: BBC
Dormir melhor e ter menos dores de cabeça estão entre os benefícios da redução do consumo de álcool

O consumo excessivo de álcool nas festas de fim de ano vem frequentemente acompanhado do dissabor do arrependimento.

Afinal, quem nunca fez um pedido para beber menos no ano que inicia?

A lista dos benefícios relacionados à redução do consumo de bebidas alcóolicas é extensa e vai desde dormir melhor a ter menos dores de cabeça.

Segundo os médicos, a ingestão excessiva de álcool também pode prejudicar o trabalho, a família e os relacionamentos de um indíviduo.

Com base em recomendações de especialistas, a BBC lista abaixo cinco passos para reduzir o consumo de álcool.

Pense no tamanho de seu copo

Um dos mandamentos para quem está de dieta é diminuir o tamanho do prato.

O mesmo princípio vale para quem quer reduzir a ingestão de álcool.

Uma taça grande de vinho pode conter até três unidades de álcool. A recomendação dos especialistas é escolher, invariavelmente, um copo menor.

Lembre-se também de que as doses que costumamos usar em casa são normalmente maiores do que de restaurantes ou bares.

Siga à risca as diretrizes para a ingestão de álcool

Não tome álcool durante dois dias da semana. A escolha desses dias fica a critério de cada um, mas essa pausa é necessária, segundo os médicos, para permitir a recuperação do corpo.

As mulheres não devem beber mais de dois ou três unidades por dia (e não mais de 14 unidades por semana).

Já os homens não devem beber mais de três a quatro unidades por dia (e não mais de 21 unidades por semana).

Os corpos das mulheres reagem ao álcool de uma maneira diferente da dos homens.

As mulheres têm, em média, 10% mais gordura que os homens, o que significa menos fluídos corporais para diluir o álcool.

Isso significa que a substância percorre o corpo feminino de forma mais concentrada e causa mais danos.

Além disso, os fígados das mulheres produzem menos da substância que o corpo usa para quebrar as moléculas de álcool.

Na prática, isso significa que as mulheres não só ficam bêbadas mais rápido, como os efeitos em seus organismos perduram por mais tempo.

Conheça o teor de sua bebida

O teor alcóolico varia de bebida para bebida. Uma dose de uísque, por exemplo, pode ter até dez vezes mais álcool do que um copo de cerveja tradicional.

Portanto, pense em quantas unidades de álcool você está ingerindo e não se esqueça de contar as doses.

Sempre faça uma boa refeição antes de começar a beber, ou saboreie aperitivos enquanto estiver ingerindo álcool

A dica passa de geração em geração. Quem nunca recebeu o conselho acima dos pais ou dos avós?

A recomendação faz sentido, pois a comida ajuda a diminuir os efeitos do álcool no corpo.

Saiba a hora de parar

Se você não estiver pronto para outro drink, saiba a hora de parar. Nunca é demais pedir um refrigerante ou um copo d’água para recarregar as energias.

Isso ajudará a cortar o número de unidades de álcool que você ingerir e, claro, evitar a tão temida ressaca.

Notícias relacionadas